sábado, 28 de agosto de 2021

BRIEFING NO ALVORADA

- Bom dia, presidente. 
- Bom dia. O cercadinho já tá cheio? 
- Já. Com os mesmos de sempre. 
- Então vamos lá. Vamos acabar com essa porra logo, e aí sextou. 
- Vamos. Só uma coisa, presidente... 
- Que foi? 
- A imprensa toda está falando da mansão do Zero-Quatro. 
- Porra! Até que demorou. Eles se mudaram pra lá em junho. Só descobriram agora? 
- E estão dizendo que a sua ex-mulher não tem renda para pagar o aluguel. 
- Claro que não tem. Quem que eles acham que tá pagando por aquilo lá? 
- O erário público. 
- Bom, e o que é que isso tem a ver com o cercadinho? Lá ninguém vai me perguntar nada sobre isso. 
- Não, não vai. Mas era bom o senhor soltar uma bomba qualquer. Pra distrair a imprensa. 
- Uma bomba? Tipo o quê? Que, se não tiver voto impresso, eu mato todo mundo? 
- Não, o voto impresso já não mobiliza tanto quanto antes... 
- Já sei. Vou dizer que todo mundo tem que comprar fuzil. 
- Mas o senhor já disse isso antes. Precisávamos de um ângulo novo. 
- Que tal, "melhor comprar fuzil do que feijão?" 
- Ótimo! Podia ser até mais radical. Tipo, "quem quer comprar feijão é idiota". 
- Porra, de vez em quando você até que dá uma dentro. Gostei. Faz o seguinte: mês que vem, só me devolve 50% do seu salário, talkey?

7 comentários:

  1. É complicado. A gente fica entre ignorar as barbaridades que esse asno fala e normalizá-las (o que é benéfico para ele) ou repudiar e dar a atenção que ele quer ao mesmo tempo que encobre outros escândalos (o que também é benéfico para ele). Não dá para ser bem informado no Brasil e não sentir angústia.
    Se ele fosse devidamente punido lá atrás enquanto ainda era um parlamentar chucro não estaríamos passando por isso hoje.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por isso que parei de acompanhar o noticiário de forma regular.

      Excluir
  2. Sensacional, um dos seus melhores textos recentes Tony!

    ResponderExcluir
  3. É bem comovente a história: a casa é alugada. O real proprietário mora na periferia de Bsb, comprou humilde casa no Lago Sul ( bairro proletário)com entrada de meio milhão e parcelas de 15.000, mas como a casa está muito detonada( da para ver pelas fotos, muito acabadinha, tadinha) não conseguiu arcar com os custos, aceitou a proposta de alugar por 8.000, ( Brasilia tá desvalorizada mesmo) e a reforma segue a todo vapor com troca de lâmpadas, etc etc etc. O que não tem impedido confraternizações à beira da piscina.
    Muito filantrópico.

    ResponderExcluir
  4. #FORABOLSONARO
    #CARLUXOÉVIADO

    ResponderExcluir
  5. O Mio Babbino Caro
    Só consigo sentir nojo disso tudo.

    ResponderExcluir
  6. Como diz aquelela charde do André Dahmer: viver no Brasil hoje é uma mistura de medo de morrer com vontade de se matar...

    ResponderExcluir