quinta-feira, 8 de julho de 2021

REPÚDIO À NOTA DE REPÚDIO

As Forças Armadas brasileiras venceram todas as poucas guerras em que entraram. As derrotas que sofreram são todas de ordem moral: a sem-cerimônia com que o Império foi derrubado, a participação ativa no Estado Novo de Getúlio Vargas, a ditadura depois do golpe de 1964. Mas nenhum desses vexames é tão grande quanto o desgoverno Biroliro, que os nossos milicos encamparam com empolgação. No começo, eu e muitos outros achamos que eles iriam controlar o Despreparado. Agora está claríssimo que são todas farinha podre do mesmo saco. A nota de repúdio emitida ontem, depois que o senador Omar Aziz mandou prender Roberto Dias durante a CPI, é a confissão de que eles se acham acima da lei e uma clara tentativa de intimidação. Não sei se conseguiram: a reação nas redes sociais foi de repulsa, ojeriza, nojo à ditadura, como dizia Ulysses Guimarães. É só isso que impedirá o golpe que eles planejam abertamente, quando o Bozo perder a reeleição.

12 comentários:

  1. É até o pinochet ex chefe do Guedes foi preso

    ResponderExcluir
  2. Pq vc achou que eles controlariam o Bolsonaro?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Porque sabiam que o cara é um energúmeno despreparado. Não se esqueça que ele foi "convidado a se retirar" do Exército. Os milicos encostariam o Bozo na parede em dois segundos, tipo "obedece ou desce". Mas o triste é que muitos concordam com as ideias escabrosas do Biroliro.

      Excluir
    2. Tony, a princípio seu pensamento estava correto, mas algumas coisas precisam ser levadas em consideração. Os generais que estão hoje na ativa foram lá atrás colegas de Bolsonaro na Academia Militar, não foram seus comandantes e sim seus pares (o próprio se estivesse na ativa seria um General) e muitos concordavam com ele já naquela época. Outro ponto: os três comandantes que saíram por não concordarem com o presidente foram, obviamente, substituídos por genereias alinhados com o discurso dele. Não me surpreende, embora preocupe, a fala do comandante da Força Aérea. A questão é se o posicionamento do comandantes refletem o pensamento do resto das tropas, pois agora estamos diante de um caso claro e incontestável de corrupção envolvendo membros das Forças Armadas. Acredito que os últimos acontecimentos possam causar uma divisão entre os militares resultando não em um golpe clássico de estado, mas em um período de violência que pode não tomar o poder como querem mas causar um estrago enorme. Não vamos esquecer que no passado Bolsonaro desejava uma guerra civil e possa fazer de tudo para que isso aconteça já que não terá nada a perder diante da inevitável queda. Meu medo é com as sucessões dentro do STF. André Mendonça é o nome para o Cargo que ficará vago com a aposentadoria de um dos membros (esqueci o nome) e o Cássio já está lá indicado por ele. Bolsonaro precisa ser afastado antes que possa se apossar de mais cadeiras do STF.

      Excluir
    3. É mais fácil dar um golpe do que mantê-lo. Não há apoio expressivo para essa aventura, o que a torna inviável.

      Quanto ao André Mendonça, soltarei um post daqui a pouco.

      Excluir
  3. O Bolsonaro não tem apoio institucional das forças armadas, tbm nunca foi um representante delas no Congresso Nacional. Ele mira um público-alvo e assim prospera. Representa os evangélicos quando interessa, a direita, os conservadores, etc. No caso dos militares, ele era um porta voz das baixas patentes, mesmo se lixando pra elas, desde a época de vereador naquela terra de ninguém. Foi dada vez mais bajulando as patentes mais altas com cargos e benefícios em toda e qualquer área. Não vai ter golpe, o Bolsonaro é tosco demais pra isso, mesmo já fazendo campanha como esse voto impresso.

    ResponderExcluir
  4. E eu que não entendo porque as forças armadas iriam ficar incondicionalmente ao lado de um tenente reformado como capitão, sendo que caso ele caia sobe um general com 46 anos de experiência?

    ResponderExcluir
  5. a nota de repúdio ficará na nota de repúdio
    o que o exército fará? mandará os soldados pararem de pintar meio fio e capinar lotes baldios?
    o miliciano manda recadinho de blogueirinha, não faz nada, quem late e não morde é Pincher
    Professor Marco Antônio Villa e o Reinaldo Azevedo sempre acertam nas análises

    o exército Brasileiro é inútil, ficará só na bravata mesmo.

    ResponderExcluir
  6. O Mio Babbino Caro
    Ao "inocente" a inocência. ...Mas todo homem tem seu preço, diria o ditado popular e o apoio militar custou apenas engrossar o contra cheque dos convocados na caserna. Bolsonaro continua fiel a ele mesmo e dessa vez conseguiu sucesso através do soldo a seus antigos pares.
    Evidente que não vão segurar a onda do Capitão, pois para isso seria necessária uma quota moral que pelo jeito se esvaiu diante dos fatos.

    ResponderExcluir
  7. Só no Brasil que as forças armadas servem pra serem usadas CONTRA a população pra dar pitaco político ao invés de ficarem caladas como órgão de estado que são, e não do governo.

    ResponderExcluir
  8. Militares = Golpistas desde sempre.

    ResponderExcluir