segunda-feira, 19 de julho de 2021

O MASSACRE INACABADO

"Caros Camaradas!" é um belo filme em preto-e-branco de Andreo Konchalovsky, um dos maiores diretores russos em atividade. Fala de um fato real que eu desconhecia: em 1962, tropas do exército da extinta União Soviética massacraram os trabalhadores que ousaram entrar em greve na cidade de Novocherkassk. A protagonista é uma dirigente de fábrica tão ferrenhamente comunista que chega a estapear a filha que fala mal de Stálin, já morto e caído em desgraça havia alguns anos. Mas a garota some durante o ataque dos milicos, e sua mãe passa o resto do longa procurando por ela. Encontrou? Não sei, porque a imagem congelou quando faltavam 18 minutos para o final. "Caros Camaradas!" integra a programação da edição online do Festival do Rio que está rolando no Telecine Cult e no aplicativo do Telecine. Cada filme fica disponível por apenas 24 horas, e essa regra é cumprida da maneira mais literal e idiota possível. Quando deu meia-noite em ponto, o filme simplesmente parou, e foda-se quem ainda estava no meio. Reclamei nas redes sociais do Telecine e até com uma das responsáveis pelo Festival, mas até agora não sei como essa porra acaba. Me deu vontade de pegar uma metralhadora e sair atirando.

2 comentários:

  1. Olha Israel seu querido o que anda fazendo
    https://www.democracynow.org/2021/7/20/nso_group_surveillance_mexico

    e falar mal do Stalin não é falar mal dos comunistas, veja os massacres quase diários de indigenas e trabalhadores por latifundiarios coroneis do centro norte e nordeste, muito pior

    ResponderExcluir
  2. Não teve um país do outro lado da cortina de ferro que não tenha metralhado os trabalhadores nos anos seguintes à guerra durante algum protesto.

    ResponderExcluir