quarta-feira, 14 de julho de 2021

DIVA LAS VEGAS

"Hack" é uma gíria americana que eu não conhecia. É um insulto entre roteiristas, usado para xingar alguém que escreve muito mal. Também é o título irônico da melhor sitcom de 2021, maravilhosamente bem escrita. Já vi cinco dos 10 episódios disponíveis na HBO Max, e posso garantir: só melhora. A protagonista é Deborah Vance, uma comediante veterana meio inspirada na finada Joan Rivers. Há anos com um show fixo num hotel em Las Vegas, a diva teme que sua longa carreira esteja na reta final. Com medo de ser ultrapassada, ela é convecida por seu agente a trabalhar com uma jovem roteirista, que caiu em desgraça depois de uma piada grosseira - um caso parecido com o do Rafinha Bastos. As duas tem várias gerações entre elas, e demoram muito a perceber que são basicamente a mesma pessoa em idades diferentes. Até lá, as farpas voam, as lágrimas correm, e consome-se muito álcool, pó e molly (essa gíria eu conhecia). "Hacks" é "O Diabo Veste Prada" no mundo do showbiz, tocando em temas semelhantes: a mulher trabalhando no mundo dos homens, o abuso de patrões sobre empregados e o envelhecimento, cruel e inexorável. Tudo isso regado a piadas de rir alto, proferidas por personagens muito bem construídas. A série recebeu nove indicações ao Emmy, e pelo menos m está no papo: o de melhor atriz em série cômica para Jean Smart, que, aos 70 anos, vive a melhor fase de sua carreira.

3 comentários:

  1. Jean Smart é maravilhosa! O reconhecimento internacional demorou a vir, mas é merecidíssimo.

    ResponderExcluir
  2. Quando eu assinar o HBO Max (depois de cancelar o NetFlix, assinar a Disney+ e cancelar ela tb) eu vejo esse seriado.

    ResponderExcluir
  3. A Joan continuava engraçadíssima com quase 82 seu rosto era esticado mas não dava medo como o da Madonna

    ResponderExcluir