sexta-feira, 16 de julho de 2021

A MALDIÇÃO DE PAZUZU

Eu achava que o general Pazuzu era só incompetente e capachildo. Ah, sim, e também chantagista: em seu discurso de despedida do ministério da Saúde, ele insinuou que sabia de falcatruas cometidas lá dentro, como que constrangendo o Bozo a lhe dar um novo cargo no governo em troca de seu silêncio. O novo cargo foi dado, Pazuzu jurou de pés juntos na CPI que não era sua função negociar vacinas (então era de quem?) e eis que surge um vídeo dele negociando doses de Coronavac pelo triplo do preço normal com uma empresa de quem nunca ninguém ouviu falar. Ou seja: o próprio general fazia parte de um dos esquemas de "comissionamento" que ainda infestam sua pasta (são pelo menos dois). Pelo jeito, com mais essa, Biroliro vai ter que baixar hospital novamente na semana que vem.

2 comentários: