segunda-feira, 28 de junho de 2021

ELA É CONTRA A VACINA SIM

Nem mesmo a Karol Conká mereceu tanto ser cancelada quanto Fernanda Venturini. A cantora foi execrável no BBB 21, mas não colocou em risco a vida de ninguém. Já a ex-jogadora de vôlei, birolista de carteirinha, espalha desinformação com sua atitude negacionista, incentivando os desinformados a não se imunizarem. Ela diz que tomou a Pfizer porque "é a menos pior, hahaha", mas faz rir mesmo no vídeo em que alega ter sido "mal interpretada" e choraminga estar sendo vítima de perseguição. Tem mais é que perseguir mesmo, porque a irresponsabilidade dessa celerada pode custar vidas. O que me consola é que, com a credibilidade a zero, Venturini não tem mais moral para manter um canal no YouTube chamado "14 Minutos de Saúde".

10 comentários:

  1. "Não foi isso que eu quis dizer" kkkk... Como se houvesse alguma margem para interpretação em sua fala... Acho que o excesso de botox dela afetou o cérebro...

    ResponderExcluir
  2. Porque a concentração de execráveis no volei feminino do passado é tão alta? Bater na bola com as mãos faz algum mal psicólogico?

    ResponderExcluir
  3. 16:01 Não só do passado. Do presente também, tanto nos times masculinos como nos times femininos, incluindo treinadores.

    ResponderExcluir
  4. O segundo vídeo é sensacional. Se no primeiro vídeo ela é somente uma alma penada pobre de espírito,no segundo vídeo ela mostra pro mundo o quanto ela é escrota e arrogante, chamando a todos de burros por não entenderem o que ela "quis dizer ". A melhor justificativa é a que ela tem um canal de saúde e tomou a vacina, como eu seria contra! Tomara que viaje pelo mundo logo.

    ResponderExcluir
  5. Toninho,você não conhece um sujeito chamado Prévidi
    lá no RS.O cara tem um blog patrocinado pelos
    supermercados Zaffari e hoje fez uma fotomontagem
    do Lázaro com o Lula.Merece um texto sobre isso aqui.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 18:26 não gaste seu tempo com porcarias!

      Excluir
  6. Eu sei que estou falando de fora, da bolha com vacinas e sem máscaras obrigatórias nas ruas e 500 mil mortes. Mas acho que tem rolado uma caça às bruxas em terras tupiniquins através de uma cultura de cancelamento que esconde uma necessidade de catarse. Tudo isso fomentado por um "não questiona, cala a boca e faz"... meio perigoso.

    Sendo bem sincero: natural que as pessoas tenham receio com a vacina. Que queiram tomar vacina A ao invés de vacina B. Em vários países da Europa (até mesmo na autocrática Russia) os planos de vacinação desaceleraram porque agora somente restam os que precisam ser convencidos. Mas a resposta a isso não é começar uma campanha de perseguição online (como que a Fernanda Torres foi alvo). Obvio que com fascista argumentação dificilmente funciona. Mas discussão continua sendo importante. Ainda é a forma civilizada de criar um debate e passar informação em qualquer sociedade que queira ser civilizada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente. Você está falando de fora e está longe desse inferno que está isso aqui com esse governo assassino que tem apoio em pessoas como essa senhora. Diálogo não tá dando não. Eles não querem dialogar. Tem que partir para o cancelamento sim. Tem que fazer perder patrocínio e prestígio sim, tem que gritar com esse povo sim, porque pessoas como a Fernanda são vistas como exemplo, como "heróis" do país por muita gente e porque essa é a unica arma que nos resta, pois a cada fala negacionista desse povo uma ou até mais de uma vida é ceifada de uma família que pode ser a nossa. Entendo o teu ponto de vista, mas a triste realidade do Brasil nos empurra necessariamente para o confronto.

      Excluir
  7. desculpa a la moda brasileira: eu peco desculpa MAS......

    ResponderExcluir