quinta-feira, 22 de abril de 2021

TRELELÊ COM A TELETUBBIE

Não basta ser do mal para fazer parte do desgoverno Edaír Biroliro. Também tem que ser burro e achar que o mundo se resume ao gado. Anteontem, Carluxo devia estar trocando de medicação, pois confundiu LGPD com LGBT em um raro discurso na Câmara Municipal do Ro de Janeiro - ou então fez de propósito, para sinalizar aos minions que ele é uma bicha anti-bicha. Ontem foi a vez de Ricardo Salles bater boca com Anitta no Twitter. O ministro da Destruição do Meio Ambiente acha, assim como seus pares, que uma cantora popular não tem direito a opiniões políticas, ou que o fato dela ter tatuado o fiofó a desqualifica para o debate público. Xingou-a de teletubbie, que para mim sempre foi elogio. Só que mil tatuagens no cu não valem, em termos de despreparo e empáfia, a televisão de cachorro de Salles. Ele e seu chefe ainda acham que vão engabelar o Biden com promessas vagas e chantagens risíveis. Nem trelelê esses cretinos sabem fazer direito.

4 comentários:

  1. Cara, já existem oitocentas provas de que quem ainda apoia o governo Bolsonaro é mal-caráter e agora temos mais uma. Oitocentos e uma provas do mal-caratismo de quem ainda apoia Bolsonaro.

    ResponderExcluir
  2. Carluxo só pensa "naquilo". Sim, significa.

    ResponderExcluir
  3. Até quanto tempo que o Lira vai aguentar afundar nesse navio naufragado que é o governo bostonauro? Dói tanto assim liberar o impeachment?

    ResponderExcluir
  4. O Mio Babbino Caro

    Realmente é um governo de antiministros!

    ResponderExcluir