terça-feira, 13 de abril de 2021

STRANGERS IN THE DAY

Deus abençoe os serviços de streaming. Graças a eles, hoje temos acesso a filmes e série do mundo inteiro. Também ficou muito mais fácil ver os indicados ao Oscar em categorias como melhor documentário e melhor curta-metragem, que raramente chegavam por aqui. Uma das boas novidades da Netflix esta semana é "Dois Estranhos". O curta ficcional de Trevon Free e Martin Desmond Roe é um dos favoritos à estatueta, e não poderia ser mais da hora. O roteiro se aproveita de um gimmick já manjado, o "dia da marmota", para passar uma mensagem óbvia e, no entanto, cada dia mais urgente: policiais, parem de matar negros. O protagonista é um rapaz que acorda várias vezes para a mesma situação. Ao sair da casa da namorada, ele atrai a atenção de um policial branco, que acaba matando-o sem razão. O cara tenta mudar o desfecho várias vezes, e não consegue. "Dois Estranhos" foi gravado depois da morte de George Floyd, e incorpora não só este crime à trama como dezenas de outros semelhantes, ocorridos nos últimos anos. É uma porrada, válida também para o Brasil. Se vencer, será um dos prêmios mais políticos da Academia na memória recente. E muito justo - sorry, Pedro Almodóvar.

9 comentários:

  1. O Mio Babbino Caro
    Atrás de um disparo ou uma asfixia está o Estado, sem essa abordagem temos puro entretenimento. Chato né!

    ResponderExcluir
  2. O golpe vem de longe...
    https://www1.folha.uol.com.br/colunas/nelsondesa/2021/04/le-monde-expoe-a-sombra-dos-eua-sobre-lava-jato-e-moro.shtml

    ResponderExcluir
  3. nem era namorada... eles tinha se conhecido naquele mesmo dia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc não entende nada!

      Excluir
    2. Calma, ele tem razão. Não era namorada oficial, eles tinham mesmo acabado de se conhecer. Mas, por razões de espaço e estilo, eu escrevi namorada no post.

      Excluir
  4. uma porcaria, pior que Ma Rainey's Black Bottom.

    ResponderExcluir
  5. Gostei da indicação! Muito revoltante...

    ResponderExcluir
  6. Não entendi esses comentários, o curta é ótimo.

    ResponderExcluir