sexta-feira, 9 de abril de 2021

O PRÍNCIPE COM SORTE

O príncipe Philip teve sorte. Com atendimento médico de ponta disponível 24 horas por dia, o marido da rainha Elizabeth 2a. morreu dois meses antes de completar um século de vida. Também teve uma vida mansa de casado, sem boletos para pagar. Mansa demais, dirão alguns: Philip Mountbatten não só teve que se recolher a um posto inferior ao de sua mulher, como ainda se submeter a uma agenda interminável de viagens e aparições públicas. Mas cumpriu com garbo todas as missões que recebeu. Gerou quatro herdeiros para a Casa de Windsor, ajudou a modernizar a monarquia e alimentou a imprensa com uma torrente interminável de gafes, algumas delas resvalando no racismo. Também não se envolveu em nenhum grande escândalo, o que não pode ser dito de quase ninguém da família real.

6 comentários:

  1. Espero que a rainha se torne uma supercentenária.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Arcaico são os banqueiros bilionários e latifundiários do Brasil, os ingleses tem uma vida boa. Há oportunidades e uma cultura super liberal, o Brexit vai ferrar muita gente mas os do leste europeu vão parar de se mudar pra Londres, que é o que os ingleses queriam

      Excluir
  3. Esse é o príncipe nazista?

    ResponderExcluir
  4. Ele teve familiares nazistas, mas lutou na guerra contra eles.

    ResponderExcluir