quinta-feira, 8 de abril de 2021

O BAILE DA ILHA LETAL

Sou tonto o suficiente para ter achado que o Biroliro ia levar uma dura no jantar com empresários de ontem, em São Paulo. Os primeiros relatos eram de que ele teria sido "ovacionado"; depois baixaram a bola, dizendo que os aplausos eram protocolares. Mesmo assim, João Doria foi muito criticado, talvez por ser responsável por 90% das vacinas aplicadas no Brasil. O rega-bofe teve comparecimento maior do que o esperado, mas também não é "o PIB brasileiro" que se falou por aí. Tampouco foi uma reconciliação depois da carta assinada por mais de 500 empresários na semana passada, pois muitos dos que lá estavam jamais criticaram o desgoverno. Mas, com tanta gente aglomerada e sem máscara, pode ter sido um evento superspreader, desses em que basta um infectado para contaminar dezenas de pessoas. É o que diz Natália Pasternak em sua coluna de hoje em O Globo, de onde eu roubei o título deste post. Tomara que fiquem todos doentes, antes de tentarem furar a fila com suas vacinas falsas compradas no mercado negro.

Um comentário:

  1. Estava lembrando um comentário que li uma vez sobre o Lemahn quando saiu uma reportagem com o título "dicas de negócio do dono da Ambev"alguem comentou 'propaganda machista, produto ruim, quem quer dicas de negocio desse cara?'o Brasil é um lixo em tudo inclusive nos oligarcas.

    ResponderExcluir