quarta-feira, 28 de abril de 2021

#LGBT NÃO É MÁ INFLUÊNCIA

Hoje cravamos uma vitória, sob a liderança da brava deputada estadual Erica Malunguinho (PSOL-SP). Ela apresentou uma emenda para alterar o famigerado PL 504, conseguiu a assinatura de 26 colegas na Alesp e mandou o famigerado projeto de volta à estaca zero. Agora não se fala mais em proibir que indivíduos LGBT+ ou casais homoafetivos apareçam na publicidade voltada ao segmento infantil, mas em censurar "drogas, sexo e violência explícita contra crianças" . O texto terá que ser discutido novamente antes de ser submetido a uma nova votação. Erica, é claro, não lutou sozinha: empresas como a Coca-Cola, a Uber e a Avon se manifestaram nas redes sociais, aderindo à campanha #LGBTNãoÉMáInfluência. O texto da homofóbica Marta Costa (PSD-SP), que teve o endosso da maluca da Janaína Paschoal, falava que comerciais com gays causam "desconforto emocional" em inúmeras famílias, que precisam explicar para os filhos porque dois homens estão se beijando. Desconforto emocional, suas deputadas idiotas, é crescer gay num mundo que vê como crime e pecado qualquer desvio da heteronormatividade. Vocês duas não iriam aguentar um dia.

5 comentários:

  1. Estava revendo (por pesquisa) a propaganda política do David Miranda (gato) é demais!!!! Aquela cena dele na favela e a tia favelas dizendo :e agora vc quer ser deputado? Vivemos pra ver isso!! Amen!

    ResponderExcluir
  2. Ué, quando a gente nasce não explicam para a gente quem é papai, mamãe, vovô, vovó? E porque eles se beijam na boca?
    Qual seria a diferença?
    Ou as crianças nascem agora com chip heteronormativo esclarecedor?

    ResponderExcluir
  3. Enquanto isso as propagandas de cerveja passam sem dó na hora do almoço, no intervalo do Globo Esporte, onde grande parte dos telespectadores é composto por adolescentes e crianças. Depois aparece o famigerado "aprecie com moderação ".

    ResponderExcluir
  4. Tony, tu vai comentar do doc da Karol aqui ou no F5?
    Eu assisti e gostei.
    Mas, assim, não é por ser mal educada e arrogante num programa de TV que ela vai ter que ficar pedindo desculpas pro resto da vida... outros participantes fizeram coisa até pior e não teve 1/10 da repercussão que ela teve... A Nina Lemos até comentou sobre isso...

    ResponderExcluir