sexta-feira, 2 de abril de 2021

ENFERMARIA BRASIL

Essa história da vacina falsa em Minas Gerais é puro suco de Brasil concentrado. Uma quadrilha de empresários espertalhões achou estava furando a fila gostosamente. Os nababos pagaram 600 reais por cada dose do que pensavam ser o imunizante da Pfizer. Reuniram-se num estacionamento a céu aberto, alheios aos vizinhos que filmaram tudo. No final descobriram que tomaram soro caseiro, ministrado por uma mulher que nem enfermeira é. Pena que a mesma internet que está rindo dessa patuscada também discuta a conveniência da iniciativa privada comprar vacinas para seus funcionário. Amigos e pessoas que eu admiro entraram nessa canoa furada. Talvez não saibam que o Brasil é o ÚNICO país do mundo onde rola esse debate. Nem nos Estados Unidos, que não têm sistema público de saúde, se fala nisso. O simples fato de muita gente boa considerar a questão é um sinal de como a ideologia colonial, escravagista, está entranhada na nossa psiquê. "Ãin, mas assim se dá um alívio ao SUS, com menos gente na fila". Não, bebê, não faz nem cosquinha. Mas cria-se uma ala VIP de vacinados, enquanto o populacho se espreme no transporte público e morre sem UTI nem oxigênio. E, se alguma das grandes farmacêuticas topar (por enquanto elas só vendem para governos), o preço das vacinas pode disparar. Mas não estamos nem aí. A desigualdade está impressa em 3D no DNA brasileiro. Achamos normal, achamos justo, tentamos racionalizar. É só por isto que ainda somos um país subdesenvolvido. Não é por falta de recursos naturais ou de investimentos. É por causa da nossa mentalidade mesmo.

14 comentários:

  1. O povo aqui é tão ignorante, o resultado do veto a sociologia e filo-me desinvestimento em educação iniciados nos anos 70 cria frutos até hoje. Imunizar VIPS só cria espaço pra novas variantes. Querido como vc acha que a variante Brasil surgiu? De imunizados que pegaram a doença novamente e essa tratou de driblar o sistema imunológico parabéns gado Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ...povo ignorante...variante surgiu de imunizados...driblou a vacina...

      SEI

      Excluir
  2. Parabéns geração Facebook a geração Coca Cola já era meio burra mas a geração Facebook querido

    ResponderExcluir
  3. Nossa c-elite deu muito errado.

    ResponderExcluir
  4. Não à toa fizeram esse absurdo de golpe estavam com medo dos 8 trilhão do pré sal ir pra educação

    ResponderExcluir
  5. Um dos temas de redação da Unicamp foi a "Camarotização da Sociedade ". Eu continuo indignado com essa história de vacinação feita por empresas via importação direta e não vejo repercussão com os meus pares, é sempre aquela conversa de "desafogar o SUS". Estamos em guerra, no meio da batalha, o médico é o mesmo para todos, o critério de atendimento é a gravidade do ferido. Ponto. Aqui nós temos o despachante, o estacionamento VIP dentro do estacionamento pago do shopping center. A elite jeca frequenta clínicas de vacinação chiques para pagar basicamente pelas mesmas vacinas gratuitas que teriam no SUS, com a justificativa que essas vacinas são melhores, quando na verdade não querem é pegar fila (muito pequena na maioria dos casos) e encontrar com a empregada e o filho dela na mesma fila. O pior é que aparece um monte de gente rica e supostamente famosa elogiando o SUS, mas quando precisa interna o filho doente em uma clínica caríssima como um certo apresentador pré-candidato.

    ResponderExcluir
  6. Tava na cara que essa vacina era falsa. 600 reais não cobre o custo de roubar uma vacina verdadeira (ou comprar em vias oficiais, mas em segredo). Esse pessoal foi muito tonto.

    ResponderExcluir
  7. O Mio Babbino Caro
    Nosso Prof. Dr. Milton Santos apontou durante todo seu tempo de vida e em suas Obras que estão aí disponíveis essa "Ideologia Colonial" em seus revolucionários estudos de Geografia Humana e Espaço que o levou ao Nobel de Geografia, o Prêmio Vautrin Lud e não foi capaz de sensibilizar essa Plutocracia Nacional incapaz de entender cidadania acima de privilégios. E cá estamos nós a todo momento nessa barafunda a mendigar um status que nunca assumimos o ônus para o possuir. Continuamos nessa vergonha social que a cada momento que a cobrança nós chega damos um jeitinho de jogar no coletivo e nos safar no individual. Sem uma ruptura do bem continuaremos sem chegar a lugar algum, principalmente quando não admitimos fatos e continuamos a ser os covardes e egoístas que fomos até os dias de hoje.

    ResponderExcluir
  8. Tony, você viu as revelações do livro do Dudu Cunha que foram noticiadas recentemente? O que você tem a comentar?

    ResponderExcluir
  9. Elite brasileira se comportando como tal. Amei o golpe que eles levaram. Só não foi melhor, pois deveria ter se passado mais tempo até ter sido descoberto. E eles se achando imunizados, promovessem festas se contaminando e partindo da Terra.

    ResponderExcluir
  10. A ausência de princípios elementares da Ética talvez infelizmente seja a maior característica da brasilidade. Tudo é relativizado com muita facilidade. Os políticos são apenas reflexo da população. Em qualquer país do planeta, condenar um político exclusivamente para ele não ser candidato e imediatamente virar ministro do rival beneficiado é de uma falta de ética que chega a ser pornografia. Inacreditável, inconcebível, mas normalizado por muito brasileiro que pensa que é “de bem”

    ResponderExcluir
  11. O brasileiro é por "default" desonesto e por isso, apesar de rico, o Brasil nunca será um país desenvolvido.

    ResponderExcluir
  12. Parabéns pela coluna, parabéns pela sensatez, parabéns por ir direto ao ponto. Dessa vez concordo com você da primeira a última frase! Essa coluna deveria ser publicada na primeira página da Folha SP! Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O SUS não é a Viúva Porcina mas foi sem nunca ter sido.
      Mas a culpa de tudo é do Lula.E todos os textos do
      Tony são muito bons!

      Excluir