segunda-feira, 22 de março de 2021

ELA CUMPRE O QUE PROMETE

Uma amiga que morou anos nos Estados Unidos trouxe sua assinatura do iTunes americano para cá, com acesso a muitos filmes que ainda não estão disponíveis no Brasili. Ontem ela alugou "Bela Vingança", e me convidou para ver junto. Aceitei, com aquela pontinha de suspeita: será que um dos filmes mais hypados da temporada justifica todo o hype? É com alívio que digo que sim. A estreia de Emerald Fennell como diretora de longa-metragem é uma porrada no estômago, e também o sinal definitivo que temos mais um grande talento a todo vapor. A moça também é roteirista (foi a showrunner da segunda temporada de "Killing Eve", a melhor de todas) e atriz (faz a Camilla Parker-Bowles na terceira temporada de "The Crown"). Agora está indicada a dois Oscars, direção e roteiro original, e deve levar este último. Carey Mulligan também é a favorita para melhor atriz, com justiça. Depois de uma década sem um papel que chamasse novamente a atenção da Academia (ela foi indicada uma única vez, em 2009, por "An Education"), essa inglesa de 35 anos está fabulosa como uma mulher que resolve se vingar de todo o sexo masculino. "Bela Vingança" começa com ela se fingindo de bêbada para flagrar os abusadores, todos com cara de bonzinho, mas vai muito além disso. O tom de comédia predomina, até que o final dramático puxa o tapete debaixo do espectador. Assista acompanhado, pois vocês vão ter muito assunto. Essa jovem mulher cumpre tudo o que promete.

7 comentários:

  1. Acho essa atriz bem sem sal e com cara de pequinês. Vamos ver se ela muda a minha opinião agora.

    ResponderExcluir
  2. Sua amiga usa VNP para simular que está nos EUA?
    Pq se não usa, não entendo como a Apple não enfrenta problemas de direitos autorais por permitir essa falha.
    Sem VNP, o catálogo da Netfix e outros streamings que eu uso muda todinho para o catálogo do país que eu estou, independente do país de origem (US) da minha assinatura.
    Um dos streamings que eu uso, por exemplo, fica sem nada quando estou no Japão pq lá ele não existe e, logo, eles não têm os direitos de distribuição.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não faço a menor ideia. Deve ser isso, porque conheço algumas pessoas aqui no Brasil que têm conta no iTunes americano.

      Excluir
    2. A conta fica vinculada ao país do cartão de crédito (ou outro modo de pagamento). Ao contrário do Netflix que muda o catálogo dependendo de onde no mundo você acessa, a conta do iTunes vende aquilo que seu endereço de forma de pagamento permite, sem precisar de VPN.
      Por um lado o iTunes brasileiro pode ter menos conteúdo, mas é irrisório de barato em comparação (desde que passaram a cobrar em talkeys, o valor está sempre abaixo do câmbio oficial).

      Excluir
  3. cara q foda, um paquera me falou desse filme ontem. queor mto ver, o roteiro me parece incrível.

    ResponderExcluir
  4. Nossa Tony, eu to chocado!!! Que filmeeeeee!!!! Espero muito que o que você disse se concretize e que a Carey Mulligan e Emerald Fennell ganhem um Oscar cada. Torcendo muito.

    ResponderExcluir
  5. Mais um filme lixo misândrico. Que os progressistas vão adorar.

    ResponderExcluir