terça-feira, 2 de fevereiro de 2021

O CENTRÃO VAI VIRAR MAR

É inacreditável a incapacidade do Brasil de andar para a frente. Depois de 21 anos de ditadura militar, Nova República, um impeachment, Plano Real, mensalão, jornadas de junho, Lava-Jato, outro impeachment, "nova política" e a eleição de um celerado para a presidência da República, tudo continua como dantes. Com o Centrão, o nome atual dos suspeitos de sempre, firmemente no poder, cuidando de seus interesses comezinhos e dane-se todo o resto. Também é de cair o queixo que um presidente que saiu atordoado das eleições de novembro passado e cuja popularidade cai feito um meteoro tenha conseguido eleger seus candidatos para as duas casas do Congresso. O que não quer dizer, ainda bem, que agora o Biroliro conseguirá aprovar toda sua agenda delirante. Os integrantes do Centrão não são nem fiéis uns aos outros, e o preço por cada apoio daqui para a frente será sempre um pouco mais caro. Rodrigo Pacheco (DEM-MG), que assumiu o Senado, me parece mais razoável que Artur Lira (PP-AL), que carrega processos por peculato e até por violência doméstica. O mais grave não é se os dois colocarão na pauta temas como o liberou-geral das armas ou a proibição do aborto em todos os casos, mas a pulverização da coalizão de centro-direita que poderia vencer o Bozo em 2022. Com adversários de peso só na esquerda, ele tem o caminho para a reeleição bastante facilitado. O Centrão vai virar mar e o Brasil virar sertão. Aliás, já virou.

13 comentários:

  1. Olá, querido Tony Goes. Apenas uma pequena correção: Rodrigo Pacheco é filiado ao DEM-MG e não ao MDB. #umpesadelochamadobrasil

    ResponderExcluir
  2. Centro-direita, extrema-direita, direita-direita, tanto faz. ACM Neto jogou Maia embaixo do ônibus para se vender para o Bolsonaro. Mostra que o DEM não é centro-direita. É centrão mesmo. Assim como o Dória. Não tem coalizão de centro-direita que ia desafiar o Bozo em 2022 porque essa centro-direita é centrão pracaralho. Nada mudou.

    ResponderExcluir
  3. Dilma comprou o centrão dad mais varaidas formas, mas de nada lhe adiantou. Eles são como vírus, matam o hospedeiro e, quando not que isso está para acontecer, partem para o próximo.

    ResponderExcluir
  4. Brasil parece aquele filme ( se não me falha o Discreto Charme da Burguesia )do Buñuel que a história se repete mas nunca da certo. Só que com atores medíocres.

    ResponderExcluir
  5. Tony se eu pudesse também pulava fora! A maré de merda está subindo e virando tissunami!
    #FORABOLSONARO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu pulei fora em Fevereiro de 2020. Dei sorte que as viagens para o exterior ainda eram coisa comum, pois a pandemia era só uma coisa de países asiáticos sem muita civilidade...

      Excluir
    2. meu amor, China tá mil anos luz na nossa frente. já morei em shanghai e adoraria viver sob a ditadura maoísta novamente. mas os fofos não são trouxas e tão cagando pra ocidental, a expatriação tá caríssima.

      Excluir
    3. Realmente, a China tá tão na nossa frente que não têm, e nem terá nas próximas décadas, o casamento gay. Como são super avançados as relações homoxesuais só deixaram de ser ilegais em 1997.

      Excluir
    4. Digo mais, tá tão avançada que médico que avisa a existência de um possível foença nova, vai parar na cadeia. Que reporter (de Shangai) é condenada a 4 anos de prisão porque fez um cobertura "errada" de como está o estado da pandemia no país. Daqui a pouco, com o Bolsonaro, o Brasil também avança nesse sentido tb.

      Excluir
  6. Nunca existiram jornadas de junho foi um golpe publicitário pra pressionar a presidenta Erdogan e Putin avisaram Tony você é muito burro como é literalmente BURRO quem não sacou na lata o que estava acontecendo no Brasil durante as jornadas da CIA ou operação facista com juiz semi analfabeto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. a gay chamando os outros de 'BURRO' e semi analfabeto, e não consegue usar uma vírgula.

      Excluir
    2. vá si fude vc e sua virgula todas as vezes que não tem argumentos

      Excluir