quinta-feira, 25 de fevereiro de 2021

A PABLLO DO MÉXICO

Cantora drag ou transgênero emplacando sucesso nas paradas não é novidade. Nos anos 70 surgiu Amanda Lear, que está por aí até hoje - só que ela nunca se assumiu trans, preferindo manter o mistééério. A primeira pra valer a romper a bolha das boates e fazer algum sucesso no mainstream foi a israelense Dana International, que venceu o Eurovision de 1998 com a divina "Diva" - uma das primeiras produções do jovem Offer Nissim. Dezesseis anos depois, foi a vez da austríaca Conchita Wurst vencer o mesmo festival e abrir as comportas pras colegas. Em 2017, explodiu aqui no Brasil Pabllo Vittar, hoje requisitadíssima para feats. com nomes internacionais como a nipo-britânica Rina Sawayama. Mas, muito antes da brasileira despontar, Zemmoa já brilhava no México. Ex-doorwoman de boate, ela já tem três álbuns lançados, mas eu só a descobri esta semana por causa do ótimo single "Velocidad". Que vexame. Justo eu que me gabo de conhecer tão bem o pop mexicano, nunca tinha ouvido falar de Zemmoa. Não sei nem como se pronuncia seu nome, mas imagino que seja Zemmoá: trata-se de uma corruptela de "c'est moi", "sou eu" em francês. Então é ela.

6 comentários:

  1. Enfim...o q mais gostei foi da lixa de unha no finalzinho...rs

    ResponderExcluir
  2. Mas drag cantora a Pablo é a mais famosa ou isso não procede e é apenas mídia?

    ResponderExcluir
  3. Amanda Lear foi a mais famosa a seu tempo, creio. Teve o Jet set e a mídia nas mãos. Casou e desfilou esfregando na cara vários homens, incluindo o sonho de consumo Manuel Casella. Concretizou seu espaço.
    Pabllo acho que tem uma certa carreira internacional, mas numa coisa world music...que expressão antiga. Se tivesse explodido nem no Brasil estava mais.

    ResponderExcluir
  4. Pensando nisso a Rupaul acabou de confirmar um spinoff do seu reality com drags cantoras. Resta saber se rola

    ResponderExcluir
  5. La Lear já afirmou que é mulher mas que durante muito tempo deixou o boato suspenso pois era benéfico para a sua carreira.

    A mexicana é trans não drag, não sendo então a Pabblo do México.

    ResponderExcluir
  6. Ela é fraquinha, ouvi e achei qualquer coisa.

    ResponderExcluir