domingo, 10 de janeiro de 2021

HER TOO

"A Assistente", que acaba de estrear na Amazon Prime Video, não é um filme fácil de ser visto. A trama toda se passa em um único dia, e parece ser contada em tempo real. Começa com a jovem Jane chegando ainda de madrugada ao escritório onde trabalha. Enquanto ainda não tem ninguém por lá, ela faz faxina, tira xerox e deixa tudo pronto para o dia que vai começar. Aos poucos, o espectador percebe que não se trata de uma firma de contabilidade. Uma mulher lindíssima espera na recepção para falar com o chefe. Uma outra é levada para um hotel, onde o chefe irá encontrá-la. O chefe nunca aparece, mas é alguém tipo Harvey Weinstein, o poderoso agente que acabou sendo acusado de assédio sexual por dezenas de atrizes. Incomodada com o que vê, a assistente vai falar com o chefe do RH. Só que ela é quase invisível, e também o alvo de dezenas de micro-agressões por parte de seus colegas ao longo desse dia interminável. Julia Garner, que já ganhou dois Emmys de melhor coadjuvante pela série "Ozark", navega com precisão cirúrgica nesse papel difícil, que só lhe dá uma cena para mostrar do que é capaz. Escrito e dirigido por uma mulher, Kitty Green, "A Assistente" é um retrato árduo do machismo estrutural. Não tem nada de escapista, mas merece ser assistido.

9 comentários:

  1. até parece que um assistente vai lavar a louça dos outros numa empresa em 2021. se eu pedir para um estagiário pegar uma cópia na impressora, o fofo vai reclamar pro RH “que não está sendo desenvolvido para o cargo”. as formas de abuso hoje são muito mais elaboradas e perversas, mas respeitando sempre “os valores da empresa”, é claro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estados Unidos, bee. Não existe nem carteira assinada.

      Excluir
    2. "as formas de abuso hoje são muito mais elaboradas e perversas, mas respeitando sempre “os valores da empresa”, é claro."

      No início pensei que vc fosse um abusador, ae vc matou com essa!👏🏾😉

      Excluir
    3. não mas os salarios lá sao maiores, Weistein pegou covid na prisão onde deve estar dando a bunda pra varios negões. EUA não é exemplo de sociedade um lugar ruim apesar de serem tão poderosos não é mesmo?

      Excluir
  2. revi alguns filmes de Kubric e é notável como o tema genocídio indígena esta presente em varios deles, os EUA nasceram disso matar o local que tem uma cultura diferente roubar terra pra lucrar mesma coisa o Brasil por isso esses 2 países sempre terão um Karma e nunca serão lugares descentes.

    ResponderExcluir
  3. Li seu post sobre a Katylene lembro os posts dela sobre a Britney, o que aconteceu com a Britney é o maior exemplo do agressivo machismo moderno, a Britney até hoje não pode gastar mais de 200 dólares sem que o pai um alcolatra redneck abusivo saiba, a Britney foi levada a loucura para ser controlada o mesmo aconteceu com Camille Claudel, uma assistente da Marie Curie (internada por um médico frances num hospicio) Frances Farmer, a filha mais bonita do patriarca Kennedy (lobotomizada e virou um vegetal) a mulher independente é algo que o homem não aceita, respeitar a mulher ainda é o maior taboo de todos, sem falar na caça as bruxas promovida pela igreja, as primeiras sociedades organizadas eram matriarcais o homem se organizou pra roubar o poder e não largar mais, ego frágil masculino?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Camile Claudel era assistente de Rodin,
      G-

      Excluir
    2. Exato e amante dele, suas pequenas esculturas ricas em detalhes davam um pau no mestre se fosse homem tinha ficado rica e famosa como o Rodin mas sendo mulher teve a carreira destruída, foi difamada e terminou num hospício como a Britney, Rosemary Kennedy e tantas outras. Tem um livro ótimo sobre isso não que os leitores do blog se interessem chama Trainwreck women we love to hate mock and fear o livro vai desde o século XIX quando moças começavam a reconquistar certa independência até os dias de hoje, a resistência a mulher independente é feroz e os estupros de um doente mental como Weistein tão bem aceitos na sociedade por décadas estão relacionados a isso.

      Excluir
  4. Quem dera se todos os mortos por COVID-19 fossem bolsonetes...
    https://www.paulopes.com.br/2021/01/morre-de-covid-19-apresentador.html?fbclid=IwAR1gcIM2Hw4XZuZKyKmsW_AuE5Jnff9J1RoqIrOEPABQDpg01yRlF6lfY8Q#.X_xZUuhKhPk

    ResponderExcluir