terça-feira, 19 de janeiro de 2021

CAPITÃO CLOROQUINA: ULTIMATO

Há um Deus - ou, pelo menos, há justiça poética. O Véio da Havan foi internado com Covid-19. Hoje é daqueles dias em que a gente tem que ficar repetindo "om mani padme hum", para não cair na tentação de comemorar mais um negacionista que sucumbe ao cornavírus. A sra. Véia e a Véia-mãe também baixaram hospital, esta em estado grave. Para elas desejo pronta recuperação, mas não consigo sentir o mesmo pelo Capitão Cloroquina. Luciano Hang é o mais ridículo dos empresários que apoiam o Pau Fino, do terno verde-e-amarelo à tentativa de vender arroz e feijão para que as Lojas Havan fossem consideradas essenciais e escapassem do lockdown. Ele também é um ardente defensor do imaginário "tratamento precoce", que está ficando mais órfão a cada hora que passa. Ontem o General Capachuello jurou durante uma coletiva que sempre defendeu o atendimento precoce, apesar dos vídeos e documentos que provam o contrário. O Gugu do Mal acha que todo mundo é burro e só ele é esperto. Hoje o Carluxo deu para apagar da conta do papi todas as menções à cloroquina. Ou seja: os birolistas estão com medo, pois sacaram que os ventos enfim estão mudando.

7 comentários:

  1. Tenha cuidado. Ficar desejando a morte dos outros, é extremamente vulgar e de mal-gosto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. MAU gosto.

      Não desejo a morte de ninguém. Desejo que se emendem.

      Excluir
    2. O que seria mal-gosto? Que língua é essa?

      Excluir
  2. Gugu do mal 😂😂😂

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gugu tb era do mau, hipocrita... tirar o Lafon do palco E ainda por cima ele tb era gay!

      Excluir
  3. O Mio Babbimo Caro
    É interessante perceber que todas essas tranqueiras foram engendradas durante os governos do PT.

    ResponderExcluir
  4. Fazer propaganda medicamentos que sabidamente não curam a doença, além de crime, é desejar a morte dos outros!
    E foi exatamente isso que o Bozo sempre fez.

    ResponderExcluir