terça-feira, 3 de novembro de 2020

O ALARANJADO EM SEU LABIRINTO

O mundo inteiro está com a respiração suspensa. Todas as atenções estão voltadas para Donald Trump. Como o Bebê Alaranjado reagirá à sua iminente derrota nas urnas? É muitíssimo improvável que ele alcance os 270 votos necessários para vencer no Colégio Eleitoral (vitória no voto popular, então, nem pensar). Mas o próprio já avisou que tentará de tudo para melar a eleição. Nossa melhor esperança é que Biden ganhe a Flórida de forma incontestável. O estado é um dos primeiros a contar todos os seus votos, e deve anunciar o resultado logo após o fechamento das urnas. Se a diferença for razoável, Trump já era. Também é bom prestar atenção na Geórgia e na Carolina do Norte, dois estados que costumavam ser vermelhos e agora perigam azular. Todos os três ganharão "needles" no site do New York Times: um gadget que parece um velocímetro, com uma agulha que aponta qual a tendência do eleitorado. Tomara que não seja uma noite de sofrimento como foi em 2016. Mas, e depois, o que pode acontecer?

- O pior cenário possível é um repeteco ampliado de 2000. Biden vence em um estado-chave por pouquíssimos votos a mais e a disputa se arrasta até a Suprema Corte, com a recém-empossada juíza Amy Coney Barret dando a vitória final para a República de Gilead. Duvido que isso de fato aconteça, mas não é impossível.

- Haverá violência? Também duvido, mas é bom ficar esperto. A extrema direita, quando sente o cheiro da derrota, SEMPRE apela para a pancadaria. Mas acredito que, se houver, serão episódios isolados. E pegarão mal para o Trump.

- Mais intrigante é o que pode acontecer depois da derrota. Se perder, Trump ainda terá quase três meses na Casa Branca. Poderá tentar fazer muita merda para atrapalhar o governo Biden - algo, alíás, que é de praxe quando os republicanos perdem. Também suspeito de uma possibilidade que não havia me ocorrido antes de ler um artigo a respeito: Trump renuncia, para que o presidente interino Mike Pence o perdoe por antecipação e ele escape da avalanche de processos que vem aí (parece que ele não pode perdoar a si mesmo).

- E ainda há o imponderável. O bebezão sempre saiu do script, sempre falou sem medir consequências, sempre pensou apenas em si mesmo e em sua família (lembra alguém?). Criou para si mesmo uma persona de eterno vitorioso, que se dá bem em qualquer situação. Ele queria ter deixado o hospital usando uma camiseta do Superman, como se tivesse se curado da Covid sozinho... Mas uma derrota fragorosa e incontestável pode causar um curto-circuito nesse robô sinistro, e mudar o destino da humanidade como num filme de monstro. Pipoca já!

9 comentários:

  1. A esquerda também costuma ser violenta. Se a direita agrega os fascistas, rednecks, KKK, supremacistas, WASPS, a esquerda abriga os arruaceiros, vândalos encobertos por máscaras. Ninguém é santo.

    ResponderExcluir
  2. DOIDO é quem acha que nos estados unidos tem gente de esquerda!

    São TUDO CONSERVADORES QUE ADORAM UMA GUERRA PARA ROUBAR RECURSOS NATURAIS DAS POPULAÇÕES MAL EQUIPADAS PARA RECEBER TANTA TECNOLOGIA DE DESTRUIÇÃO!!!

    Aqui uma VACA MOR da "esquerda americana":

    https://youtu.be/6DXDU48RHLU

    ENQUANTO o direitista americano Trump não iniciou UMA sequer.

    Acho que foi o ÚNICO dos últimos 8 presidentes...

    Os estados unidos são um manicômio a céu aberto!

    BANDO DE GRINGO BREGA DIREITISTA TRAPACEIROS ROUBALHÕES.

    Biden vai ser imperialista assim como o Obama foi.

    Enquanto o Trump vai ser mais fascista!

    Não IMPORTE quem ganhe o Sónabolsa vai lamber as botas do American Military Industrial Complex DO MESMO JEITO!!

    Pois ele bate continência não para presidentes e sim para a BANDEIRA americana!

    BICHA BURRA NASCE HOMEM!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mona, ta aí. Concordei com você. Esquerda americana é ficção mesmo.

      Excluir
  3. Que dia sai o resultado?

    ResponderExcluir
  4. Boa análise. Só nos resta esperar então. Parte de mim fica secretamente ensaiando tudo que eu quero dizer para os minions quando o Trump perder. A outra parte apenas tem medo que isso não se concretize. E continua a espera.

    ResponderExcluir
  5. A declaração de Trump de que não tem discurso pronto pois “ganhar é fácil, perder nunca é”, vinda de um negacionista que canta vitória até quando decreta falência, me dá um pouco de esperança de que ele já sabe que não terá condições nem de espernear. Oremos.

    ResponderExcluir
  6. O Mio Babbimo Caro
    Olhem bem para a imagem que ilustra esse post.

    Pois é!

    O mal já foi feito, foi com essa mesma cara que revela propósitos equivalentes que ele já foi eleito. Se vier a ser eleito uma vez mais isso bem pouco impoorta.

    Quanto à questão doméstica façam o mesmo exercício.
    Peguem uma foto em que Bolsonaro está sorrindo, melhor seria dizer rangendo os dentes e olhe bem essa foto.

    Quem viu aquilo sendo chamado de mito por aqueles bandos de homens entoando mito em testosterona pela ruas da cidade e no dia da eleição foi lá e cravou 17.
    Meu bem, sinto muito mas já foi desatado o sétimo selo.

    ResponderExcluir
  7. Deu ruim acho que o laranjão vai ganhar!

    ResponderExcluir
  8. Os cubanos da Florida não votaram no Biden,entendem que ele é de esquerda e eles fugiram de Fidel

    ResponderExcluir