quinta-feira, 5 de novembro de 2020

CONSTANTEMENTE DEMITIDO

Rodrigo Constantino já ameaçou me processar. Não lembro exatamente quando ou por quê: só sei que ele se ofendeu com um post aqui no blog onde eu o acusava de homofobia, e me mandou uma mensagem super fofa. Na época ele escrevia na Veja, de onde foi despedido algum tempo depois. Nesta semana, já são duas as demissões. Constantino foi desligado ontem da rádio Jovem Pan. Hoje perdeu seu posto de comentarista do grupo Record, onde estava desde julho. Agora, na mídia tradicional, ele mantém apenas uma coluna na Gazeta do Povo, um jornal do Paraná escancaradamente reacionário. A causa dessas demissões foi a opinião que ele proferiu ontem sobre o caso Mari Ferrer, que eu nem preciso reproduzir aqui - todo mundo já viu. Muitos também já devem ter visto o desabafo de Laura, filha de Constantino, que soltou um vídeo onde o defende e o critica ao mesmo tempo. Ele agora se aterá ao seu blog e ao seu canal no YouTube, onde ganhou muitos seguidores de ontem para hoje (infelizmente, costuma ser assim quando alguém expele falas machistas, racistas ou homofóbicas). Mas o que me chama mais a atenção nesse bafafá é o fato de tanto a Jovem Pan quanto a Record terem mandado Constantino passear. A rádio é um notório bastião da direita, a ponto de ostentar o singelo apelido de "Jovem Klan". E a emissora dos bispos é a mais ardente defensora do desgoverno Biroliro, fã confesso de Constantino. O que as fez mudar de ideia? O defenestrado culpa as redes sociais e o medinho dos patrocinadores, mas há algo mais aí. É a famosa presença das mulheres em todas as esferas da vida contemporânea, inclusive nas redações. Outro dia, quase houve um motim na Globo depois que Caio Ribeiro passou pano para Robinho. Os machos tradicionais estão com uma dificuldade imensa para entender que o mundo mudou e que não dá mais para repetir as barbaridades que eles aprenderam com seus pais. Constantino acaba de sentir isso na pele (e no bolso), mas será que vai aprender alguma coisa? Duvido muitíssimo.

14 comentários:

  1. A Rádio Guaíba, aqui do Rio Grande do Sul, o contratou ontem mesmo. Já tem movimento nas Redes Sociais pressionando a estação para demiti-lo também.

    ResponderExcluir
  2. De sua postagem pra cá ele já conseguiu perder mais dois empregos, do Correio do Povo e da Rádio Guaíba.

    ResponderExcluir
  3. "Diga-me com quem andas e te direi quem és" e "Viva pela espada, morra pela espada ". Entendo que estes ditados se aplicam o que ele disse. Infelizmente existem mulheres que tem uma vida promíscua e se envolvem com pessoas ruins. Não é que o estuprador não deva ser penalizado, mas algumas mulheres deviam ter uma conduta mais correta. Ele não defendeu o estupro. O Sr. Goes como sempre falando muito hebetismo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. VSF, bolsonete de merda! Tá fingindo demência?

      Excluir
    2. Conduta mais correta???

      Excluir
    3. É simples: o que ele falou não tem respaldo legal. Disse que não levaria sua filha à Polícia caso ela fosse estuprada bêbada. Mas essa é precisamente uma das hipóteses do estupro de vulnerável (a prova do estado da vítima é outra coisa). Quando à conduta "mais correta" de algumas mulheres, o que isso significa exatamente? Que ela tem que ficar em casa cerzindo? Mas aí esses machos escrotos vão ficar sozinhos na balada? Acho curioso esse tipo de papo em pleno 2020. Se você não considera a conduta de uma mulher "correta", não se aproxime dela, simples assim.

      Excluir
    4. 16h47 escola de princesas já, para todas elas! E como diria a pastora Sarashiva, beijo e sexo anal só depois do casamento! A-LO-KA.

      Excluir
    5. gay machista do caralho. defendendo a gentalha só quer o teu mal.

      Excluir
  4. Tenho duas filhas pequenas. A minha preocupação é colocar um limite razoável entre a liberdade e a segurança enquanto eu tiver algum tipo de influência sobre elas. O mundo é perigoso, injusto e violento. Não pode dar mole, não pode dar sopa pro azar, mas elas não vão ficar trancadas na torre mais alta do castelo. Eu sempre tive ojeriza a esse discurso simplista do Constantino, mas ele se superou nessa. Coitada da filha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso. Sabendo dos perigos, é interessante que quem queira procure se proteger o máximo possível, em qualquer área da vida. Mas uma vez que alguém comete um crime, não importa se a vítima deu mole ou deu duro - ela não pode ser culpada, ponto.

      Excluir
  5. Esse aí da o bumbum na encolha...

    ResponderExcluir
  6. Esse é um hipócrita oportunista, antes do Bozo chegar ao poder ele criticava o atual "presidente",mas parece que começou a receber dinheiro da Secom,segundo denúncias do Arthur do Val,Mamãefalei,atual candidato a prefeito,não tenho nenhuma simpatia pelo tal Mamãefalei,vou votar no Boulos,mas nesse caso muito provavelmente ele tem razão sobre o Constantino,que virou um bolsonarista fanático colocando estupro como questão de merecimento,como o próprio Bozo fez com a Maria do Rosário

    ResponderExcluir
  7. O Mamãefalei o chamou de Secomstantino,se ele recebe mesmo dinheiro da Secom,esses empregos não farão falta,além do mais ele é filho de banqueiro,ainda que o Eduardo Moreira o expôs no Twitter dizendo que ficou famoso atacando pessoas de esquerda na imprensa,não teve sucesso no mercado financeiro

    ResponderExcluir