segunda-feira, 5 de outubro de 2020

WINTER IS OVER

Esse desgoverno não trata bem nem seus apoiadores mais fiéis. Já longa a lista de abandonados pelo caminho: Gustavo Bebbiano, Joice Hasselmann, Major Olímpio... A mais nova integrante do clube é Sara Giromini, que agitou as redes sociais na noite de ontem com um longo desabafo. Não, ela não é nazista. Ninguém passa de feminista radical a extremista de direita se não for desequilibrada. E, pelo texto que a maluca divulgou, o que ela quer mesmo é papai e mamãe, não a instalação de um estado totalitário. Isto não faz ter um pingo de pena dela, assim como tenho pena de um serial killer. Sara foi usada e descartada, porque não serve mais aos objetivos da familícia. Ela não tem maior importância, mas não é a única que está desapontada com a adesão dos Biroliro ao centrão. Mais interessante será ver como o gado se comporta, já que hã cada vez menos bandeiras que justifiquem o mito. A gritaria na internet já começou. Seria só engraçado, não fosse o risco do Edaír resolver agradá-los comentendo mais um despautério. É bom ficar atento.

10 comentários:

  1. Pelo menos algumas pessoas próximas de mim começam a dar sinal de que tb estão ficando cansadas dele... Vamos ver o que acontece após a vacina contra o covid!

    PS. Pensa uma pessoa que riu alto, lendo sua coluna sobre os barracos do Leblon e Jardins: seu lugar de falar,as Karens... 🤣🤣🤣 Ah Tony Goes, vc nao existe!

    ResponderExcluir
  2. Depois de tudo que ela fez, não tem como não esboçar ao menos um pequeno sorriso quando ela confessa nas redes que sentiu “inveja do abraço que Bozo deu no Toffoli”, que ela é “a filha que Damares abortou“, que está “abandonada institucionalmente” e que talvez ela deva virar “feminista de novo, puta, petista, pra receber atenção do governo”.

    ResponderExcluir
  3. Queria que estivesse over. Mas o perigo dessa gente está em ressurgir mais forte e carregando um séquito de pessoas rancorosas juntos. Beware!

    ResponderExcluir
  4. Se ela é ou não é nazi/fascista eu não sei, mas que o seu "nome de guerra" parece ser homenagem a uma inglesa simpatizante do nazismo, isso é verdade.
    Sarah Winter née Domville-Taylor (1870–1944) was a noted British Nazi Supporter and member of the British Union of Fascists, as well as a Society hostess throughout the 1920s and 1930s.

    ResponderExcluir
  5. Eu cansei desse pão e circo quinta categoria. Querem enganar o povo com bobagem? Tragam de volta o circo romano!

    ResponderExcluir
  6. Não sei porque, mas sempre que eu vejo foto dessa moça eu a confundo com aquela outra que se entupiu de hidrogel anos atrás. Bem que ela podia, né?

    ResponderExcluir
  7. Dizem que ela tem (ou tinha) uma tatuagem de cruz de ferro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se eu for falar sinceramente aquilo que acho dessa jovem senhora...seria linchado...por isso só desejo que ela vá para o 7°Inferno com pele nova a cada pele que queimar.
      G-

      Excluir
  8. Ela me lembra a Suzane Von Richtofen

    ResponderExcluir