segunda-feira, 28 de setembro de 2020

O CALOTEIRO ALARANJADO

Não é lei, mas é tradição. Todo candidato à presidência dos Estados Unidos torna públicas, antes da eleição, suas declarações ao imposto de renda. Para deixar claro que ele não tem interesses financeiros na Casa Branca, não tem negócios escusos nem vai usar o cargo para enriquecer. O primeiro a quebrar essa regra não-escrita foi Donald Trump, por que - ta-daa - ele tem interesses financeiros na Casa Branca, tem negócios escusos e usa o cargo para enriquecer. Todo mundo sempre soube disso, mas agora finalmente há provas documentais. O New York Times publicou neste domingo uma longuíssima reportagem sobre o histórico fiscal do Bebê Laranja, e adivinha? É mais complicado e estarrecedor do que se imaginava. A matéria reforça a tese de que Trump só se lançou candidato em 2015 porque queria voltar à evidência e assinar um novo contrato na TV, porque suas finanças já iam mal naquela época. Nem ele pensava que seria eleito. Uma vez empossado, seu resort Mar-a-Lago atraiu centenas de novos sócios, interessados na proximidade com o homem mais poderoso do mundo. Também começaram a florescer Trump Towers ao redor do mundo, especialmente em países autocráticos com as Filipinas, a Turquia e o Azerbaijão. O cash flow aumentou, mas as dívidas também - o jornal garante que Trump deve mais de 420 milhões de dólares, que começarão a ser cobrados a partir do ano que vem. Ou seja: se ele perde a reeleição, também perde quase tudo. É difícil imaginar esse vigarista na pindaíba. Afinal, ele já quebrou muitas vezes, mas sempre conseguiu pagar advogados que o enfiaram em rolos inextricáveis e o tiraram de inúmeras obrigações fiscais. Mas sua fortuna é um castelo de cartas erguido por um esquema de pirâmide, que nunca esteve tão periclitante. Vamos ver como Joe Biden partirá para cima dele no debate de amanhã. O mais lamentável é ver que o gado que apoia Trump acha legal ele ter pago só 750 dólares de IR em 2016 e 2017. Igualzinho aos minions que endossam cada mentira e do Biroliro. Não percebem que também são vítimas.

21 comentários:

  1. Qual o horário do debate e onde posso ver? Você sabe?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 22 horas (horário de Brasília), na CNN International.

      Excluir
    2. Acabei de saber que a GloboNews também vai transmitir, com tradução simultânea e comentários de Demetrio Magnoli, Guga Chacra e Sandra Coutinho.

      Excluir
    3. A elite brasileira é muito pior e muito mais burra que a americana. Uma elite com sérios problemas mentais, apesar do Trump is EUA ainda é um país mais digno que o Brasil.

      Excluir
  2. O Laranjinha vai se fuder gostoso. Que delícia

    ResponderExcluir
  3. Apoiar e achar legal alguém rico arranjar esquemas para economizar imposto de renda é a mesma coisa que apoiar e achar legal alguém que rouba algo alegando que não tem condições financeiras de adquiri-lo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querido você viu a isenção fiscal que o Itaú ganhou do Temer? você ainda tem conta nesse banco? Pense!

      Excluir
  4. Uso o mesmo raciocínio das rachadinhas: milhões não se importam porque fariam o mesmo se tivessem a chance. O raciocínio de muita gente vai ser “impostos são um achaque, certo ele, gostaria de fazer o mesmo”... Capaz dele ficar ainda mais popular entre os seus. “Driblou a Receita por décadas, é o cara!”.

    A maioria das pessoas escolhe seus políticos por motivos viscerais, particulares e às vezes inconfessáveis. Por isso a cegueira e condescendência com absolutamente qualquer absurdo que eles digam/cometam. Quanto mais toscos, chulos e bizarros Bolsonaro e seus asseclas ficam, maior o amor dos fãs. Mandei a entrevista do pastor-ministro da Educação pra amigos gays e recebi de alguns a resposta de que não se importavam, que ele tinha que dizer aquilo mesmo pro público, mas isso não significava nada (?!).

    Da mesma forma, tenho um tio que parou de falar com meio mundo porque acredita piamente que Lula é 100% inocente, um anjo de pureza e nunca seria capaz de receber sequer uma caixa de chocolates que não fosse ética, e não consegue lidar com ninguém que pense o contrário.

    Tem gente pra tudo nessa vida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alguém em sã consciência é capaz de comparar Lula à Bolsonaro!
      (E nem é necessário amar ou odiar Lula)
      G-

      Excluir
    2. Não concordo nem com seus amigos gays e nem com seu tio. Porém acho mais estranho o comportamento dos seus amigos, afinal, que tipo de pessoa é diretamente atacada/achincalhada, mas continua subestimando seu algoz (por sinal, ministro de Estado)...
      Acho que enquanto esse povo não voltar a ser novamente xingado nas ruas de viado ou terem lâmpadas estilhaçadas em suas caras, elas não irão entender a gravidade da situação em que vivemos.

      Excluir
    3. Parece-me que os leitores do blog continuam a se interessar mais por trivialidades ou apoiar extrema direita sem crítica do que tecer algum comentário sobre algo tão grave quanto o tema do post.
      G-

      Excluir
    4. Tá bom, Gay Menos, só a senhora é politizada, a senhora é destruidora mesmo. Faça um favor a si mesma e não se misture conosco aqui.

      Excluir
  5. Pra que? Como vocês são ingênuos, não existe democracia...é um jogo de cartas marcadas para as famílias de sempre continuarem ganhando. São elas que temos que destruir!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 13:29 Falou o reptiliano oposto do vale das fadas desnudas rs

      Excluir
  6. TONY NUNCA ESQUECEREMOS QUE VOCÊ APOIOU O GOLPE CONTRA A DILMA, é a mídia fazendo o povo de trouxa que impede o povo se conscientizar reagir e intimidar os agroeetardados e o lixo que comanda esse país. Você olhou pro céu hoje? Você tem noção que essa merda vai virar deserto? Quando o canibalismo começar lembre da sua mãe do seu pai e do filho que você não teve

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Do filho que você não teve". Bicha, a senhora é destruidora mesmo.

      E quem disse que eu não tive filho?

      Excluir
    2. Às vezes eu também fico pensando o que motivou aquelas multidões a estuprar a democracia daquela forma. Vendo a cara de todos aqueles bandidos prontos para mos trazer aqui onde chegamos.

      Excluir
    3. O que motivou as multidões? Esqueceu? Deixa eu te lembrar então: crise econômica, desemprego recorde, inflação na casa dos dois dígitos, desilusão com corrupção endêmica vinda dos outrora paladinos da virtude e uma presidenta arrogante que não prestava satisfações a ninguém, que maquiou números, quebrou o país com desonerações inconsequentes, reelegeu-se pregando um ideário desenvolvimentista e, assim que reeleita, já chamou o liberal Joaquim Levy pra fazer saneamento fiscal e correr atrás do estrago feito. Até Lula se queixava que Dilma só fazia o que queria, que não ouvia ninguém. Lembrou agora?

      Excluir
    4. ...com tudo isso não estavamos no atoleiro que estamos agora. E nada disso justifica o Golpe. Politico incompetente se troca a cada eleição. O argumento concreto de seu afastamento foi ridículo. E o que vc aponta no governo Dilma vem acontecendo de forma agravada nesse governo que duvido será afastado. Honestidade histórica é um dever.

      Excluir
  7. Levando em conta o pé frio do Tony, capaz do Trump vencer em NY ou CA.

    ResponderExcluir
  8. 420 milhões. Número canabalístico.

    ResponderExcluir