quarta-feira, 5 de agosto de 2020

ELAS ESTÃO DESCONTROLADAS

Estamos vivendo a era da atriz-roteirista-showrunner. Mulheres poderosas que criam sitcoms para si mesmas, onde interpretam protagonistas que têm muito de autobiográficas. A onda começou em 2006, quando Tina Fey deixou o elenco do "Saturday Night Live" para estrelar "30 Rock", que ganhou 16 Emmys ao longo de suas sete temporadas. Depois vieram Lena Dunham, com "Girls" (2012) e Phoebe Waller-Bridge, com "Fleabag" (2017). Este ano já temos duas novas integrantes dessa galeria. Uma delas é a britânica de origem ganesa Micaela Coel, que expande os limites do gênero com a incrível "I May Destroy You". Ela faz Arabella, uma escritora em crise criativa que adora sair com os amigos e enfiar um pé na jaca. Depois de uma dessas noitadas, ela meio que se lembra de que foi estuprada. A série discute sexo, assédio, drogas, ambição profissional, carência afetiva e o que é ser negro na Londres de hoje, e nem sempre faz rir. Mas é o programa mais ousado de 2020, e a confirmação de um major talent que chegou para ficar. Vem prêmio por aí.

Outra moça que vem se destacando é a espanhola Leticia Dolera. Em sua série "Vida Perfecta", ela interpreta a obcecada Maria, que já tem todo o futuro caretinha planejado nos mínimos detalhes. Mas as coisas saem de controle quando ela toma uma bala, vai para a festinha de aniversário da sobrinha e transa com um jardineiro. Mais não posso contar, porque cada episódio traz novas surpresas . Maria tem duas irmãs: uma artista lésbica que pega geral, e uma casada que, apesar de feliz com o marido, também está louca para pegar geral. "I May Destroy You" e "Vida Perfecta" estão sendo exibidas pela HBO às segundas, às 23h e às 23h30, o que faz desta noite uma das melhores da semana. A única em que eu gosto de mulher.

4 comentários:

  1. Sei que a intenção não era fazer um compilado de series escritas-estreladas-produzidas por mulheres, mas queria deixar aqui registrado como indicação extra, que Insecure (HBO, 2016-atualmente) também pertence a essa categoria graças à Issa Rae. A fotografia da serie é uma aula di como iluminar corpos negros diante das cameras.

    ResponderExcluir
  2. HBO Max é assistível no Brazil? (Perdoe a ignorância)

    ResponderExcluir
  3. E sobre o bafafá envolvendo a Ellen Degeneres, cê vai comentar algo aqui no blog?

    ResponderExcluir
  4. O Mio Babbino Caro
    "A única noite que eu gosto de mulher". Elas fazem questão de não nos entender quando dizemos coisas desse tipo.

    ResponderExcluir