quinta-feira, 27 de agosto de 2020

BACURAU NO MAPA

Hoje saíram as indicações para o Grande Prêmio do Cinema Brasileiro... de 2019. Sim, estamos no fim de agosto, e a cerimônia de entrega acontece em outubro. O ano vai estar terminando quando formos celebrar os nossos melhores filmes do ano passado. Eu sinceramente não sei o que se passa com a Academia Brasileira de Cinema. Que tanto eles têm que fazer, que não conseguem soltar a porra dessas indicações em janeiro ou fevereiro, quando alguns dos filmes ainda estão em cartaz e todo mundo pode faturar um troco? Porque prêmio da indústria cinematográfica serve para isso: para alavancar as vendas de ingressos, DVD, TV paga, streaming. Menos no Brasil, onde é pecado ganhar dinheiro. Bonito mesmo é ganhar prêmio - como nos anos anteriores, o Grande Prêmio vem com trocentas categorias. Além de melhor filme, também tem melhor filme de comédia, melhor filme infantil, melhor filme de diretor iniciante e por aí vai. Parece o show de talentos no orfanato de crianças especiais, onde todo mundo ganha alguma coisa. Mas este ano acho que já temos um grande vencedor: "Bacurau", que vem com 15 indicações, contra 14 de "A Vida Invisível". O filme de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles estreou no começo de 2020 nos EUA, e ofi saudado por muitos críticos como um dos melhores do ano. Será que, por causa da pandemia, a gente não poderia dar um jeito de inscrevê-lo no próximo Oscar?

7 comentários:

  1. "(...)Parece o show de talentos no orfanato de crianças especiais, onde todo mundo ganha alguma coisa.(...)"
    Rindo alto aqui. ������

    ResponderExcluir
  2. "Bacurau"ter sido preterido na indicação brasileira ao Oscar pelo feminazi fofo "A Vida Invisível " ;filme previsível e com aqueles clichês politicamente corretos - todos os homens são absolutos idiotas e escrotos e as mulheres injustiçadas, sensiveis e lutadoras; mostra bem o nível de quem promove o nosso cinema. " Bacurau "é um daqueles filmes subversivos que já nasceram clássicos, que não se encaixam em uma categoria específica e que vão ser lembrados no futuro. Acho que só "Cidade de Deus" no cinema nacional me causou um impacto tão grande quando vi.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O machismo no período retratado era reinante, não ficou panfletário. Mas o Gregorio Duvivier é um ator dramático patético!

      Excluir
  3. Certíssimo Tony! Agora que ninguém mais fala desses filmes... vem os prêmios! E a vida invisível, apesar de ter bons atores é bom roteiro é infinitamente inferior a Bacurau.

    ResponderExcluir
  4. Tony, você está acompanhando a treta entre a Secretaria de Cultura do ex-galã de Malhação e a Academia Brasileira de Cinema (ABC)? Com o respaldo da Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, somente a ABC tem legitimidade para eleger o candidato brasileiro ao Oscar. Mas o Mário Frias já deu chilique dizendo que o filme tem que estar alinhado aos valores do governo. Ocorre que se Bacurau fizer todo o processo burocrático corretamente, ele pode sim ser elegível para o Oscar do próximo ano.
    https://blogs.oglobo.globo.com/lauro-jardim/post/mario-frias-e-ignorancia-em-relacao-aos-assuntos-do-cinema.html

    ResponderExcluir
  5. Nao pode. Ja concorreu ano passado.

    ResponderExcluir