segunda-feira, 13 de julho de 2020

OS SÓCIOS DO GENOCÍDIO

"O exército está se associando a um genocídio" disse Gilmar Mendes durante um debate promovido neste sábado pela revista IstoÉ. A fala do ministro do STF eriçou penas no governo e nas Forças Armadas, e gerou até uma representação do ministério da Defesa junto à PGR. Vão pedir "esclarecimentos" ao Gilmar. Se quiserem, podem vir pedir para mim também, porque eu assino embaixo. E já esclareço: as FFAA cometeram seu maior erro desde a redemocratização ao se imiscuírem no governo de um tenente que foi expulso por indisciplina (e que só virou capitão porque passou para a reserva). O atual presidente nem precisava ser corrupto para ser péssimo: é um total incapaz, despreparado para qualquer nível da administração pública. In-com-pe-ten-te. E não é só ele. Mais uma vez, pela milésima vez, os milicos também estão mostrando que não sabem governar. A interinidade do general Eduardo Pazzuelo no ministério da Saúde é um desastre de proporções bíblicas. Ele demitiu dezenas de técnicos com décadas de experiência e colocou no lugar deles seus colegas da caserna, todos chucros no assunto. O resultado é que caminhamos céleres para os 100 mil mortos pela covid-19. "Ãin, mas genocídio é uma palavra muito forte" - AMO quando a minionzada fica titi com termos do calibre que eles usam para desqualificar os "comunistas", i.e., o resto da humanidade. Pazuello está sendo pressionado a pedir baixa, justamente para não associar a imagem do Exército com a tragédia em curso. Só que agora é tarde. Se os milicos querem mesmo limpar sua própria barra, têm mais é que se dissociar do Biroliro. Ou derrubá-lo.

12 comentários:

  1. Nenhum governo nos últimos 40 anos foi tão bom($$$$) com os militares como o governo Bolsonaro.
    Eles estão felizes da vida, e querem mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente. É todo dia um bônus diferente

      Excluir
  2. O Mio Babbino Caro
    Tony traçando alinha entre idiotas, estúpidos e mercenários e pessoas minimamente humanas e pensantes.

    ResponderExcluir
  3. Bolsolixo é tão nojento e incompetente que me força a concordar com Gilmar Mendes

    ResponderExcluir
  4. Foi ASSIM que os milicos deixaram minha cidade no final da "gestão" (à base de MUITA PORRADA):

    https://youtu.be/IFmayh5L9h0

    "Os CONHECERÃO pelos seus FRUTOS!"

    - "Jesus".


    SE ACHAM!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E SE COMO NÃO TIVESSEM ESCONDIDO os visitantes PACÍFICOS extraterrestres DURANTE TODO esse TEMPO em que DEIXARAM ISSO AÌ PARA TODOS SEREM TESTEMUNHAS!

      Mas como o que MANDA é a rede BOBO e os "pastores" MAÇÕNICOS nessa BOSTA de "nação"...

      BraZiu! Iuuuu! IIIIIuuuu!!!


      SE ACHAM!!!

      MAÇON$$$ PATÉTICOS

      E

      VIOLENTOS!!!!

      Excluir
  5. Os militares são ótimos para ações específicas na saúde ou construção emergencial de estradas e pontes, além de obviamente funções exclusivas do militares.
    Agora, colocar militares na saúde, educação, articulação política, não tem o menor sentido.
    E como se no período militar a corrupção não corresse solta.

    ResponderExcluir
  6. Enquanto o Gilmar Mendes fazia e acontecía com o Pt no poder, esse cara é sujo, ele não tem moral nenhuma, sou contra Bolsonaro, porém esse cara é tão sujo quanto.

    ResponderExcluir
  7. "Derrubá-lo" não seria o péssimo e velho golpe militar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A grosso modo, sim. Mas existem mil maneiras de derrubar um presidente: impeachment, renúncia forçada, golpe parlamentar, assassinato...

      Excluir
    2. Cassação da chapa é o mais adequado.

      Excluir
    3. E o mais JUSTO porque foi uma MENTIRADA danada!

      Mamadeira de piroca é meu cu!

      Excluir