sexta-feira, 10 de julho de 2020

OPTA AÍ PRA GENTE VER

Na terça passada, Leandro Narloch apareceu na tela da CNN Brasil para comentar a decisão do Supremo, que finalmente liberou a doração de sangue por homens gays. O autor do "Guia Politicamente Incorreto da História do Brasil", uma obra execrada pelos historiadores sérios, soltou que a homossexualidade era uma "opção", e que homossexuais masculinos têm uma chance altíssima de serem portadores do HIV, talvez baseado em vozes em sua cabeça. A internet reagiu na hora e alguns colunistas escreveram sobre o assunto, como o Fefito e eu. Hoje Narloch foi demitido da emissora. Ele fez questão de frisar que não é nem nunca foi homofóbico, e só faltou mostrar o proverbial amigo gay. Mas em momento algum pediu desculpas, nem admitiu a própria ignorância. Pelo contrário. Em um dos tuítes tentando se explicar, Narloch disse o seguinte: "Alguns reclamaram do termo "opção" e não "orientação" sexual. Aí discordo. Acho que existem as duas coisas: gays e lésbicas que o são por orientação e outros que optaram. Mas não tenho certeza sobre isso, é uma boa discussão para o futuro." Típico mimimi de homem hétero, que mal esconde sua, sim, ho-mo-fo-bia. E se ele acha que é "uma boa discussão", eu sei de um jeito para acabar com ela a-go-ra. É só ele optar por ser gay e provar que a sexualidade, afinal, é só questão de escolha. Vem chupar meu pau, Narloch, e não se fala mais nisso.

21 comentários:

  1. Toda pessoa que acredita em opção sexual é porque optou em (fingir) ser hétero.

    ResponderExcluir
  2. Estudo publicado em junho/2020 conclui que homens heterossexuais se mostram "surpresos" diante da contaminação por HIV, pq pensam que são imunes. O que não é verdade. Homens heterossexuais representam 49% dos casos, os homossexuais 38% e os bissexuais 9,1%.
    https://bit.ly/3iTC9zw

    Roubei do coleguinha Thiago Amparo. Acho que ele não vai se importar.

    ResponderExcluir
  3. Negão, brocou no final!!! 🤣🤣🤣

    ResponderExcluir
  4. CNN é antro de gente estúpida.

    ResponderExcluir
  5. O Mio BAbbino Caro
    ...as vezes a gente se submete até a alguns sacrifícios quando a causa exige, porque um cara como esse me causa asco...

    ResponderExcluir
  6. Será que ele é passiva com local??? Ou hétera sem local??? E se ele "optar" por chupar seu pau, qual seria a sua opção??? Você tira de letra!

    ResponderExcluir
  7. Ai baixa caloa! Fica atiçando a Nocrotch fica!

    Eu pelo contrário já não vejo problema com o termo opção sexual!

    SE EU QUIZER OPTAR VOU OPTAR E NINGUÉM TEM ABSOLUTAMENTE N-A-D-A COM ISSO!

    É a mesma coisa que querer comer CU da "mulher brasileira"!

    Que a Embratur ENCHE as Embaixadas pelo mundo a fora com posters de!

    SE ELES PODEM EU POSSO!

    ResponderExcluir
  8. Na verdade o que ele disse foi pior ainda: que “os homens gays têm uma chance muito maior de terem AIDS”. Estamos em 2020 e uma pessoa que se julga esclarecida ainda confunde ser portador do HIV com ter desenvolvido AIDS. Porra, o cara é jovem, foi editor da Super, da Aventuras na História, trabalhou na Veja, na Folha... imperdoável a ignorância e insensibilidade. N.

    ResponderExcluir
  9. Ele é gostosinho... se optar por dar o cuzinho, pode vir que minha rola gay tá aqui disponível.

    ResponderExcluir
  10. É o carinha dos livrecos "contestadores" de História... Um canalha profissional da turminha da alt right brasileira.

    ResponderExcluir
  11. E essa estatística q ele mencionou? 25% dos gays paulistanos têm “aids”. Oi? Qual a fonte?
    Obs: apesar de um babaca, é bonito né? Vem pro vale, gata!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lixo não reciclável gente para que barulho!
      G-

      Excluir
    2. Não defendo Narloch, não confundam as coisas. Mas lembro de ter essa informação na cabeça, de já ter lido isso, e fui procurar. Levou 2 segundos. A fonte é uma pesquisa que foi divulgada pela Folha em 2018:

      "Em SP, 1 a cada 4 homens que transam com homens tem HIV, revela estudo"
      https://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/2018/06/em-sp-1-a-cada-4-homens-que-transam-com-homens-tem-hiv-revela-estudo.shtml

      N.

      Excluir
    3. tem na folha de São Paulo

      Excluir
  12. Gente, para!!!
    Esse cara é bonito? Ele é só branco... Eu hein!?!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você somente não entendeu do que, tudo junto, se está falando aqui até agora.

      Excluir
  13. Mas Tony vc acha que algumas pessoas héteros podem experimentar ter relações sexuais homos ou para vc se a pessoa tem alguma experiência homo ao longo da vida não é mais hétero?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho que a sexualidade é fluida e pode mudar a qualquer momento. Também acho que só pode ser considerado gay o cara que prefere transar com homens e que se envolve emocionalmente com homens. Mas todas essas palavras são só rótulos: a realidade é bem mais complexa.

      Excluir
  14. Eu li recentemente o livro 32-Um Homem para cada ano que passei com você de Isabel Dias,uma dona de casa cinquentona e pacata de Jundiaí que ao se descobrir traída,resolve chutar o balde e se muda para São Paulo e começa a se relacionar com vários homens que conhece em um site de relacionamentos ,até que chega ao número de 32,o tempo que ela passou casada com o homem que a traiu,mas ela menciona também ter se relacionado com uma mulher,mas ela não se afirma lésbica nem bissexual

    ResponderExcluir
  15. O Sr. Goes deveria ter ficado ao lado do comentarista, pois o que foi cerceado aqui foi a liberdade de expressão. Certo ou errado, a emissora não deveria ter sido repressora e demitido o jornalista pela opinião dele. O Sr. Goes errou ao não criticar esta atitude.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo 13 de julho de 2020 19:45.
      Liberdade de expressão? Para dizer uma estatística furada, tirada da última ida ao vaso? É Liberdade de expressão, porém tem que arcar comas consequências dela.

      Excluir