segunda-feira, 6 de julho de 2020

NÃO HÁ REDENÇÃO

A incompetência da extrema-direita não se restringe ao Brasil. Neste fim de semana, Donald Trump veiculou o anúncio ao lado no Facebook, prometendo proteger o Cristo Redentor da esquerda radical que pretende derrubá-lo. A estátua não só corre risco nenhum, como está fora da jurisdição americana. Mas o diretor de arte do anúncio talvez não saiba. Aposto que ele só estava procurando uma imagem religiosa, sem nenhuma ligação ao passado escravocrata, e tentando insuflar o pânico entre os boçais que votam no Trump. Não há redenção para essa gentalha. No final, quem vai ser derrubado mesmo é o próprio Bebê Laranja - Biroliro não perde por esperar.

8 comentários:

  1. Amém irmãos? Amém.

    ResponderExcluir
  2. Deixa lá aquela estátua...
    No ponto mais alto da cidade, acima do bem e do mal, quando na verdade é símbolo de uma cultura religiosa homofóbica e machista, de uma instituição que em pleno 2020, apesar de professar valores elevados, na prática relega as mulheres à vida reclusa e longe dos holofotes da direção religiosa da Igreja, persegue gays e ignora os abusadores de crianças e adolescentes...
    O que deveria haver ali é um memorial às vítimas do catolicismo ao longo dos séculos.

    ResponderExcluir
  3. O Mio Babbino Caro
    Mas isso não é incompetência é crime, desonestidade. má-fé, bandidagem. Essa "incompetência" com muita mamadeira de piroca levou ao poder a milícia.

    ResponderExcluir
  4. Mais fácil o Crivela, de direita, tirar o cristo redentor, esse símbolo do catolicismo.
    Nick

    ResponderExcluir
  5. Eu acho que eles estão sendo SIMBÓLICOS!

    A maioria que defende Trump é cristão!

    Essa é a conta dele mesmo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Mono não dá uma dessa os cristão dele são contra imagem. Aquele garotão lá em cima pode ser chamado de qualquer nome.
      G-

      Excluir
  6. Se a Secom do Bozo pode pegar imagens de pessoas do Shutterstock pra campanha flopada, por que o Oompa Loompa gigante não poderia fazer o mesmo?

    ResponderExcluir