quarta-feira, 29 de julho de 2020

BANANAS FOR TRUMP

Há um lado positivo no apoio explícito do Bananinha à reeleição de Donald Trump: quando o Bebê Laranja for, muito provavelmente, derrotado em novembro, a familícia Biroliro enfiará mais uma derrota no currículo. Só este. Todo o resto é um desastre, porque um político estrangeiro não deve emitir opinião sobre a eleição de outro país. O Zero-Três ainda é o presidente da Comissão de Relações Exteriores da Câmara dos Deputados, e quase foi o embaixador brasileiro nos Estados Unidos. Deveria saber o mínimo sobre diplomacia, mas sua cegueira ideológica e sua burrice não permitem. É verdade que a tradição de neutralidade do Brasil foi rompida por Lula e Dilma, que torceram alegremente por Kirchner, Maduro e outros candidatos da esquerda na América Latina. Mas nada se compara à capachice do desgoverno Edaír. Abrimos as pernas para os EUA, e não recebemos absolutamente nada em troca. Nem uma mísera bananinha.

26 comentários:

  1. O Mio Babbino Caro
    ...Torcer
    ...Neutralidade
    É...
    O Brasil nunca será o Brasil!

    ResponderExcluir
  2. Dilma e Lula não ficaram só na torcida alegre.
    Eles se associaram financeiramente a ditaduras diversas, como ficou claro na Lava Jato.
    Acho que isso se compara a ser capacho de Trump sim.
    Triste país em que os eleitores tem que escolher se preferem ser submissos a um louco ou aliados de ditaduras.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os EUA FINACIARAM INÚMERAS ***DITADURAS*** pelo mundo afora IMBECIL!

      VAI ESTUDAR!

      Excluir
    2. Pesquisa no Google e verás a amizade que os presidentes europeu nutrem pelos ditadores do petrondolar.

      Excluir
    3. Kkkk a Mono não dá mole@
      G-

      Excluir
    4. Mono quem é vc para chamar alguém de idiota? Vc já esqueceu tanta besteira.

      Excluir
    5. A ANALFA não sabe nem ler!

      QUER IR EMBORA DESSA MERDA CORRUPTA MAÇÔNICA!

      Excluir
  3. Ok, não se ficava de quatro pedindo pra ser enrabado como o núcleo ideológico desse governo faz com os EUA, mas chamar os financiamentos a fundo perdido do BNDES, o perdão seletivo de dívidas e o alinhamento ideológico a ditaduras (não estou falando apenas de América Latina) de “torcer alegremente” força a barra.

    ResponderExcluir
  4. Discordo, ambos são lamentáveis. Lula e Dilma apoiaram descaradamente politicos amigos de esquerda em diversas eleições, usando inclusive dinheiro público - como a lava jato provou. Bolsonaro e PT são farinha do mesmo saco, só muda a embalagem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, não são farinha do mesmo saco. Você é mau caráter mesmo. É típico eleitor do excrementíssimo arrependido.
      Houve erros nos governos da esquerda (PT)? Muitos! Eu como cidadão (de esquerda independente de partido) nunca compactuei com eles. Sempre cobrei dentro da legalidade.
      Nunca nos governos do PT, vivemos situações tão estapafúrdias e caos financeiro e social como nos dias correntes.
      Nunca vi um ministro dizer que vai colocar uma granada no bolso do inimigo (funcionários públicos) e que vai ganhar muito dinheiro ajudando somente os grandes empresários. Esse mesmo ministro e seu cupincha ex-presidente do BB autorizaram uma operação suspeitíssima de compra de ativos do BB para o BTG, banco que ele fundou. Também é denunciado por fraudes em fundos de pensão. Nunca vi privatização do que dá lucro. Sério que alguém acha que empresas que valem bilhões dão prejuízo?
      Aprovação de uma reforma da previdência que vai fazer com que muitos nunca consigam se aposentar. Na reforma, os militares, PM’s inclusos, segundo palavras do presidente não podiam ser sacrificados. Não é à toa o apoio dessas categorias.
      Ministro do meio ambiente que é condenado por crime ambiental, ministros de educação e da saúde sem competência para ocupar os cargos. Inclusive Mandetta que sempre foi contra o SUS. Somente com a pandemia teve que admitir a sua importância. Doidamares e Jesus na goiabeira.
      A vida de todo mundo melhorou nos governos do PT (a classe dominante adorou). Não vi ninguém ficar mais pobre, pelo contrário. Eu vi sim foi o ressentimento da classe econômica dominante e seus sabujos de classe média (que acham que são ricos), diante do crescimento da chamada classe C. Não tinha uberização do trabalho.
      Para quem acha que o PT inventou o nós contra eles é muito desinformado ou de muita má fé ou ambos. A falta de consciência de classe faz que os trabalhadores só enxerguem a luta econômica e não a luta social.
      A mídia corporativa não deu um minuto de sossego durante esse período. Foram os insufladores de ódio diário durante anos, vendo corrupção apenas em um lado. Agora se mostram estupefatos com o governo (menos com Paulo Guedes). Serio que não sabiam que seria assim?
      Eu poderia me estender e falar da corrupção de todos dos governos anteriores ao PT, mas já escrevi muito.
      Quantos aqui estão em melhor situação financeira agora do que em 2010 ou 2013?

      Renato Alves.

      Excluir
    2. Quando leio um relato como esse aí do “Renato Alves” volto a ter ódio de petista e percebo que não aprenderam nada. Seguem incapazes de um mea-culpa.

      Excluir
    3. Anônimo 30 de julho de 2020 11:13, não sou petista. Me referi ao PT pois foi o partido que "governou" o Brasil. Guarde o seu ódio para outro. Mas sei que és apenas um classe média que se acha rico... e que está mais pobre agora do que em 2013.

      Renato Alves.

      Excluir
    4. Anônimo 30 de julho de 2020 11:13 falando de mea culpa? Já fez o seu?

      Excluir
    5. Perfeita 2ª resposta Renato!

      É ISSO MESMO! E NÃO TEM COMO NEGAR!

      Excluir
    6. Economicamente estou melhor do que nunca, pra tristeza de vocês, minha situação financeira não depende dessas miudezas. Como o dinheiro vai trabalhando em juros complexos, é muito difícil eu estar pior que num ano anterior. Mas se vocês precisam pensar que sou assalariado pra não se matarem, td bem por mim, não faz a menor diferença. Não tenho que fazer mea culpa pois não estou clamando lugar no poder. Quem tem que fazer é quem errou feio e quer seu lugar de volta. Não quer fazer? Insiste em só apontar pros outros? Tranquilão. Seguirão rumando à irrelevância total. Em breve o PT será linha auxiliar do PSOL.

      Excluir
    7. Para de mentir bicha direitosa. Ninguém dá a mínima para você. O Sr. não tem que fazer a sua autocrítica? Só os outros? Típico de quem votou em Collor, FHC, Serra, Alckmin, Serra de novo, Aécio Neves e o excrementíssimo atual presidente. Mas não tem que fazer autocrítica, afinal nada tem com a situação atual.

      Renato Alves.

      Excluir
    8. Eu não tô reclamando, amore... eh isso que a sra não entendeu ainda... aqui em cima segue td igual...

      Excluir
    9. Entendi desde o início. Quando a senhora escreveu "Seguem incapazes de um mea-culpa.", fez uma reclamação. Aqui em cima... RISOS. Continua pagando de rica, mas está uberizada.

      Renato Alves.

      Excluir
    10. Fui bem eu que vim fazer textão aqui e me queixar de situação financeira rs.

      Excluir
    11. Achou ruim o "textão" e afirmou que não fazem mea culpa. Ou seja, reclamou. Novamente dá uma resposta sobre sua suposta prosperidade financeira. Bicha melhore.

      Renato Alves.

      Excluir
    12. Vai procurar uma rola, “Renato Alves”.

      Excluir
    13. Você não tem nível para Boechat. A reclamona ficou enrraivecida. Acha que está ofendendo, tolinha.

      Renato Alves.

      Excluir
  5. Mesmo não sendo embaixador em Washington de direito, ele é praticamente o Min. das RE de facto.
    Ele aparece em mais eventos no exterior que o filhote barbudo do Rasputin da Virgínia.

    ResponderExcluir
  6. É uma pena, um rapaz tão bonitinho, um sorriso tão lindo, ombros maravilhosos, ser tão inútil, estúpido e inconsequente, como aliás, todos os irmãos. Muito triste. De nada adianta a beleza sem conteúdo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E não esqueça a bananinha. Isso sim é triste.

      Excluir
  7. Acho que é só mau caratismo e fanatismo ideológico do 03 mesmo porque se ele fosse burro mesmo,não teria se formado em direito pela UFRJ e não teria passado em um concurso para a Polícia Federal

    ResponderExcluir