quinta-feira, 14 de maio de 2020

AFOGADA EM DÚVIDAS


Natalie Wood morreu afogada em 1981, durante uma viagem de barco em que também estavam seu marido Robert Wagner (metade do "Casal 20") e seu amigo Christopher Walken, com quem ela estava rodando um filme. A imprensa fez um carnaval na época: Natalie estaria tendo um caso com Christopher, e teria sido morta por Robert. A dúvida persiste até hoje, mas o documentário "Natalie Wood: Aquilo que Persiste" tenta acabar com ela de uma vez por todas. O filme acaba de estrear na HBO e é conduzido pela filha mais velha de Natalie, a também atriz Natasha Gregson Wagner. Ela entrevista os que chama de seus dois pais: o produtor Richard Gregson, o biológico, e o adotivo, chamado por RJ na intimidade. Sua mãe foi casada com este duas vezes: primeiro nos anos 1950, quando ambos eram muito jovens, e depois nos anos 1960, depois de um divórcio e de um breve casamento com Gregson. A família estendida de Natasha inclui os filhos de outros casamentos de todos os envolvidos, como todo mundo meio que se tratando como irmão. Mas o foco, é claro, é sobre a carreira de Natalie Wood. Ela estreou no cinema aos quatro anos de idade, teve sua primeira indicação ao Osca aos 17 e foi uma estrela do primeiro time até sua morte, aos 43. Pessoalmente, nunca fui muito fã dela: acho meio canastrona, sempre ACTING em caixa alta. Mas foi uma mulher belíssima e caristmática, com cara de musa da bossa nova. "Aquilo que Persiste" vem sendo criticado por ser assumidamente chapa branca. mas eu e meu marido gostamos. Bichas de uma certa idade que somos, estamos na mosca do público-alvo para tudo que revisite a vida das antigas estrelas de Hollywood.

14 comentários:

  1. Boa tarde tudo bem? Sou carioca e procuro novos seguidores para o meu blog. Eu também posso te seguir. Novos amigos também são bem vindos.

    https://viagenspelobrasilerio.blogspot.com/?m=1

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Permuta de blog em 2020? Será esse o novo normal?

      Excluir
    2. Dos blogs que o Tony indica ali do lado, infelizmente, só o BLOGY segue na ativa... os outros se o link ainda funciona é com texto antigo

      ASS: DUPLOTEMÁTICO

      Excluir
    3. Já fiz uma limpa há alguns anos, e preciso fazer outra. Ou limar de vez essa lista, porque quase não existem mais blogs.

      Excluir
    4. Gostava do Carioca Virtual, que fim levou o rapaz? O Muque de Peão também era legal. E a senhora, por favor não acabe com este blog, é uma das minhas alegrias vir aqui todos os dias. Amo os comentaristas: Mono,Babino Nick,G,Bruno.... Ah, uma pergunta: a Mono está nos seus amigos do face?

      Excluir
    5. Uma sugestão: Chame o Chico Feliti,façam um perfil da Mono,é um personagem que rende boas histórias, é meio doidinha,mas gosto muito dela. Você e o Chico escrevem muito bem.

      Excluir
    6. Sou personagem não! Sou real!

      E também não sou doida não! De FATO sou a mais SÃ de TODAS aqui!

      Excluir
  2. Eu sempre escutei o rumor que o Robert Wagner a teria matado,mas segundo esse documentário foi uma morte acidental,ela acidentalmente caiu do barco,eu li que alguns anos o caso foi reaberto judicialmente tbm,que estariam investigando o Robert Wagner

    ResponderExcluir
  3. Tony e suas colocações deliciosas: ela realmente tem a maior cara de musa bossa nova, ao menos nessa foto do poster. E não sou novo mas confesso que nunca tinha ouvido falar dela (39 anos).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é só nessa foto, é em tudo! Natalie Wood era de origem 100% russa e, no entanto, sempre teve cara de brasileira. Ela me lembra um pouco a Rose Di Primo, modelo de sucesso nas décadas de 70 e 80.

      Excluir
  4. Como.assinar a HBO? Tenho procurado o numedo deles sem sucesso, ajuda ai tony e tb indica algum canal gay da gringa. Beijos de mascara.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ligue para a sua operadora, e peça para incluir os canais da HBO no seu pacote (aviso: vai fica bem mais caro)..

      Se você não assina TV paga, vá direto ao site da HBO GO (hbogo.com.br) e veja o que te oferecem lá.

      Excluir
    2. Obrigado tonico, quem te conhece sabe que vc é um amor.

      Excluir
  5. Vou me confessar também estou chegando nos 40 e ja ouvi falat dessa atris em algum lugar e nada mais..... acabei e descobrir agora nesse blog que eu amo.

    ResponderExcluir