quarta-feira, 1 de abril de 2020

QUARENTA QUILATES


A quarentena me fez finalmente assistir a um filme que já está disponível há dois meses na Netflix. Minha resistência é compreensível: "Joias Brutas" é estrelado por Adam Sandler, um dos atores mais desagradáveis da atualidade. Postagens de amigos falando mal do longa também mitigaram minha vontade de ver. Mas ontem criei coragem para encarar o bicho, e não é que eu gostei? Sandler é perfeito para o personagem, que é ainda mais repulsivo que seu intérprete: um joalheiro que vive de rolos, devendo dinheiro a meia Nova York enquanto tenta armar a próxima jogada. Há sequências francamente irritantes, com gente demais falando ao mesmo tempo enquanto a câmera zune de um lado para o outro. Mas este nervosismo é essencial para passar o clima tenso da história, e os diretores - os irmãos Benny e Josh Safdie - jamais perdem a mão. "Joias Brutas" não oferece o escapismo que alguns procuram neste confinamento, mas é um ótimo filme. Com Adam Sandler e tudo.

5 comentários:

  1. Assisti também e gostei muito, muito barulhente propositalmente, minha ansiedade ficou a mil. Ele merecia o reconhecimento da academia. Não foi dessa vez.

    ResponderExcluir
  2. Tony querido
    Que tem uma bela lista de filmes na Netflix para ajudar a segurar a onda?
    Ajudaria sabe...?! Bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já faço isso na coluna Multitela da Folha, lembra?

      E lá eu sou pago.

      "Não me peça para dar de graça a única coisa que eu tenho para vender" (Cacilda Becker)

      Excluir
  3. Pq acha o Sandler repulsivo? Realmente não sei

    ResponderExcluir
  4. Não consegui ver até o fim. Gente berrando o tempo inteiro, berrando, berrando, berrando... aí não ouvi mais.

    ResponderExcluir