quarta-feira, 4 de março de 2020

JÁ COMEU CHAPOLIN?

Chapolin quer dizer gafanhoto. Ou grilo, ou qualquer inseto saltador: os antigos astecas chamavam todos pelo mesmo nome, e os comiam. Hoje eu também comi. No primeiro almoço desta minha 20a. vez na Cidade do México, fiz questão de pedir guacamole com chapulines. No mesmo restaurante do mesmo hotel onde, em 2001 - na minha segunda vez na CDMX e primeira quando adulto - eu comi gusanos (larvas). Achei os grilos mais gostosos: melhor temperados e mais crocantes. Se você puser vários na boca ao mesmo tempo, parece algum tipo de salgadinho. Fora que eles têm muita proteína, então são muito saudáveis. À noite, já que estou aqui mesmo, aproveitei e pedi uma sopinha de formiga. Recheadas de huitlacoche, aquele fungo negro que dá no milho, o caviar mexicano. Ou "la caca de los dioses". O México não é para os fracotes.

4 comentários:

  1. Parabéns por ter criado as oportunidades na sua vida de viajar tanto e tão bem para esses lugares bacanas e nos dar a sua visão tão pessoal sobre esses eventos. Acredite, na impossibilidade de estar, eu viajo com você, amigo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Compartilho da mesma sensação! S2

      Excluir
  2. Ah! Eu não contava com a sua astúcia! Agora estão explicadas as anteninhas, as "asinhas" e a cauda no uniforme do Chapolin: ele é um grilinho! Que fofo!
    Não sabia disso. Boa estadia no México, Tony! E mande lembranças para os Bracho!

    ResponderExcluir
  3. Não contavam com sua astúcia!

    ResponderExcluir