sábado, 29 de fevereiro de 2020

BARRADO NO EDEN


Não consegui entrar em "Martin Eden". E olha que o filme de Pietro Marcello estreou no Brasil carregado de ótimas críticas, além do prêmio de melhor ator do festival de Veneza para Luca Marinelli. Mesmo assim, alguma coisa não funcionou para mim. Não foi a fotografia lavada, que imita os clássicos italianos da década de 70. A montagem, então, é admirável, misturando imagens de época com outras sem época definida. Aliás, é difícil dizer quando se passa a história. O ambiente político lembra a ascensão do fascismo, mas alguns figurinos são do começo da século 20 e de vez em quando aparece uma televisão. Mas nada disso me incomodou, pelo contrário. E, no entanto, não me envolvi na história do rapaz pobre que se apaixona por uma moça rica e, mesmo sem ter estudado, encasqueta que vai ser um escritor famoso. Isso acontece: um filme tem bons ingredientes, mas a receita desanda. Pelo menos, para mim.

2 comentários:

  1. Desculpa mudar de assunto, mas sério que Modern Love passou batido para vc?

    ResponderExcluir