quinta-feira, 2 de janeiro de 2020

VOSE RODA A TASA DE VIM

Rescaldinho de 2019: o livro "Vose e Buro", de Fábio Mozine (o nome do autor aparece escrito errado na capa de propósito). Um dos presentes mais bacanas que eu ganhei no Natal. São só charges estreladas por um burro sem nome (às vezes burra), com chamadas tipo "Vose é Hubê" ou o título desse post. Na segunda metade, o tom fica abertamente anti-Biroliro, o pai dos buros do Brasil de hoje. Vontade de mandar um exemplar para o fascistinha anônimo (mas é claro) que fica me mandando comentários destrambelhados. Ele é buro o suficiente para não saber que eu nem leio essas joças até o fim. Manda mais, burinho, melhor perder seu tempo com isso.

2 comentários:

  1. O Mio Babbino Caro
    Bicha fascistinha, anônimo e burro oh PPP onde estás que não me ouves. Mandai-me Saló e Sade.

    ResponderExcluir
  2. Na verdade o nome do burrx é Crackinho. Em 2016 saiu um livro de colorir dele hehe. O Gato Mozine, digo Fábio Mozine é um produtor musical e baixista de 3 bandas hard-core no Espírito Santo.

    ResponderExcluir