segunda-feira, 20 de janeiro de 2020

VIDAS PARTIDAS


Sempre fui contra a Partição da Índia: a divisão em 1947 da antiga colônia britânica em duas nações, Índia e Paquistão, que se tornaram inimigas desde o primeiro minuto. Com imensa maioria muçulmana, o Paquistão virou um país conturbado que serve de abrigo para terroristas. A Índia, onde os hindus são maioria mas que ainda tem 200 milhões de muçulmanos, se deu melhor, mas o atual primeiro-ministro Modi está tentando transformar o país em um estado autoritário, de forte teor religioso. Como ainda sou ingênuo, prefiro acreditar que a Índia seria rica e poderosa se não tivesse se fragmentado. "O Último Vice-Rei", filme britânico que acaba de chegar à Netflix, levanta uma hipótese polêmica: Churchill quis criar o Paquistão para afastar as fronteiras indianas da então União Soviética. Os historiadores dizem que não há documentos que comprovem a teoria, mas isso não diminui o interesse do filme da diretora Gurinder Chadha. Mas Lord Mountbatten, o tal do vice-rei encarregado de supervisionar o processo de independência, não se parece nada com o ator Hugh Bonneville ("Downton Abbey"). E o roteiro ainda encaixa uma história de amor meio forçada, para ficar menos árido e mostrar o efeito danoso da Partição na vida do povo. Mas serviu para o domingo à noite.

5 comentários:

  1. Tony, vc é meu ídolo! Até sobre a partição da Índia vc entende!!!!!! Para tudo!!!!!!! Nunca acabe com o seu blog. Há de chegar o dia em que vc vai questionar a teoria da relatividade!!! 😘😘😘

    ResponderExcluir
  2. " MODI está tentando transformar a Índia em um país autoritatario de forte tão religioso "

    Na frase acima troquem MODI por Direira Chucra e Índia por BRASIL

    ResponderExcluir
  3. A propósito: não passei da primeira frase! Precisa???

    ResponderExcluir
  4. O Mio Babbino Caro
    A história nunca se enquadra em uma só história ...E Churchil passa bem longe do quadro consensual que se gostaria ser a realidade. O que de fato há é a miséria humana.

    ResponderExcluir
  5. Tony assista o video Grambone no My News falando sobre nacionalismo indiano

    ResponderExcluir