segunda-feira, 9 de dezembro de 2019

PAU NA CENSURA

Alguns evangélicos estão em polvorosa contra o novo especial do Porta dos Fundos, "A Primeira Tentação de Cristo". Entre outras coisas, porque Jesus parece ter um namorado - algo que só ofende aos homofóbicos, claro. Esses reaças bem que gostariam, mas, oficialmente, a censura ainda não foi reinstituída no Brasil. Só que ela está voltando, de maneira insidiosa e disfarçada. "Marighella', por exemplo, está enfrentando todo tipo de trâmite burocrático para não estrear. A nova diretoria da Ancine mandou retirar todos os cartazes de filmes nacionais que adornavam a sede da agência, provavelmente porque alguns têm mulher pelada e nenhum apoia o Biroliro. Hoje surgiu a notícia de que o órgão regulador do nosso cinema deu um jeito de melar uma sessão interna de "A Vida Invisível" para seus próprios funcionários. A desculpa oficial: o projetor está quebrado. A verdade: o filme de Karim Aïnouz tem mulher pelada, cenas de sexo e até um close num pau duro (que não é do Gregório Duvivier, sei de fonte segura). Pouco importa que esteja cotado para o Oscar. O que interessa para os fanáticos é fingir que se importam com a moral e os bons costumes. Claro que é só fingimento: Marco Infeliciano, um dos mais salientes, acaba de ser expulso do Podemos por desvio de verbas, recebimento de propina, assédio sexual etc. etc.. Pau nesses bandidos: senão, o que já está ruim só vai piorar.

11 comentários:

  1. Certos "artistas" vão aprender, por bem ou pelos rigores da lei dos homens e de Deus, a respeitar Nosso Senhor Jesus Cristo.

    O santanismo degradante não prevalecerá neste país. A reação dos justos mal começou. Aguardem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ui que meda

      especialmente do santanismo

      o diabólico culto a Sant'Anna, a mãe de Nossa Senhora

      Excluir
    2. Kkkkkkk. Bingo, Tonya!🤭😂

      Excluir
    3. Jesus nunca colocou os pés numa igreja neopentecostal... mas o capiroto está sempre no palco..... Na boa: Neopentecostalismo nem deveria ser mais considerada como igreja cristã, está mais para seita satanica.

      Excluir
  2. nem queria ver esse filme (detesto filmes nacionais), depois de você falar que tem pinto duro vou correndo assistir!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prioridades, né? Se Bolsonaro e seus filhos fossem feiosões não teriam sido eleitos. Sad but true.

      E não é um filme. Tem 46 min.

      Excluir
  3. Comeceo ontem mas parei ali pela conversa de Maria, José, Jesus e Tio Vitório no quarto. Não conseguia rir.

    ResponderExcluir
  4. Não são apenas evangélicos ou bolsominions.

    O deputado Socialista
    Altair Moraes está entrando com um processo contra a netflix só pq ele não gostou de um conteúdo do porta dos fundos!
    Sim, ele quer intervir na iniciativa privada pq ele não curtiu um conteúdo!

    Conservadorismo existe em ambas as ideologias. Stalin perseguiu gays e Cuba ainda hoje persegue.

    ResponderExcluir
  5. É bom, cool, tiradas ótimas, o Brasil merece mais trabalhos assim. Só senti falta de ter vontade de rir. Mas valem os 45 minutinhos.

    ResponderExcluir