sábado, 21 de dezembro de 2019

AGATHA ALEGRE


Agatha Christie deve estar contente. Seu estilo clássico de fazer mistério, com vários suspeitos de um mesmo crime e reviravoltas insuspeitas, é honrado em "Entre Facas e Segredos", escrito e dirigido por Rian Johnson (quem diria, o diretor do penúltimo "Star Wars"). O filme gira em torno da morte de um escritor famoso, um aparente suicídio, e todos os membros de sua família tinham motivos para despachar o velho. Mas o que de fato aconteceu é revelado antes da metade, o que faz o espectador desconfiar que vem mais coisa aí - e vem. A belíssima cubana Ana de Armas (que eu conheci pessoalmente no começo do ano, em Milão) faz a cuidadora, e está indicada ao Globo de Ouro de melhor atriz de comédia por um papel quase dramático: ela chora muito, e só fica engraçada quando... vomita. Quanto menos for dito sobre "Entre Facas e Segredos", melhor para quem ainda não viu. Só digo que é um dos  melhores roteiros de 2019.

4 comentários:

  1. O enredo desse filme me lembra as minhas tardes de domingo em família na chácara da minha vó quando eu era jovem. Passava um bom tempo jogando detetive, jogo de tabuleiro da estrela que segue a mesma linha desse filme.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O jogo "Detetive" é citado nominalmente em um diálogo do filme.

      Excluir
  2. the cast......is amazing

    ResponderExcluir
  3. Ana de Armas, nunca vi um nome tão lindo...

    ResponderExcluir