quinta-feira, 21 de novembro de 2019

CORRENDO NO VAZIO


"Ford vs. Ferrari" é propaganda disfarçada? Afinal, duas famosas marcas de automóveis aparecem no título do filme. E basta ver o trailer para sacar que a disputa entre elas é contada do ponto de vista dos americanos. Fui para o cinema esperando quase que uma peça da campanha "Make America Great Again", e não saí desapontado. Em muitos momentos, "Ford vs. Ferrari" resvala para a patriotada. Mas minha maior decepção foi mesmo com o roteiro. OK, vá lá, meu interesse por corridas é menor até do que pelo futebol, mas até que eu gostei de "Rush", que exagerava a rivalidade entre Nikki Lauda e James Hunt. O problema aqui é que, mesmo com atores como Matt Damon e o careteiro Christian Bale, eu não consegui me interessar pelos personagens. Não me empolguei nem com as sequências de ação, mesmo admitindo que são bem feitas. A única velocidade que me excita é a do processamento de dados.

6 comentários:

  1. esperando o post ...do Hypocrita saltitante!

    ResponderExcluir
  2. Você fala em patriotada e MAGA, com desprezo, mas como agir diante dos resultados excepcionais de Trump na economia americana e do primeiro ano de Bolsonaro com números pra lá de positivos na segurança, economia e infraestrutura? Seria melhor um caos que justificasse essas críticas? A dúvida é sincera.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh gado
      Deixa o economista te explicar.
      O Trump tomou uma série de medidas protecionistas como na indústria do carvão e aço. Ao longo prazo não se sustentam.
      Imagina:
      Tu vai vender bombom para a tua de faculdade. No começo tu vai vender e os amigos comprarem. Depois acha MESMO? Que vai manter o mesmo ritmo?

      Excluir
    2. Me parece que está batendo o desespero nos Pink Mínions, (todos somados são um DeFu).
      G-

      Excluir