sexta-feira, 11 de outubro de 2019

O NOBRE DA PAZ

Os brasileiros passaram a ter algum interesse na Etiópia depois que começou o voo direto de São Paulo a Addis Abeba, de onde se pode pegar conexões bem baratinhas para quase toda a África e a Ásia. De resto, o país mal frequenta o nosso noticiário - alguém aí sabia do tratado de paz entre etíopes e eritreus, que pôs fim a uma guerra de quase 30 anos? Agora sabemos todos, graças a Nobel da Paz para o primeiro-ministro  Abiy Ahmed. Pelo que eu li por aí, o cara não é só um exímio diplomata, como também o artífice de uma nação moderna e democrática. Não é pouca coisa não, ainda mais em tempos de autoritarismo em alta. Fico triste pelo Raoni, claro, primeiro por ele já estar bem velhinho e segundo pela saia justa que apertaria o Bozo, obrigado a desdenhar do primeiro Nobel 100% brasileiro. Mas a Academia sueca costuma dar preferência a gente que de fato acaba com guerras de verdade, onde morre muita gente, e este não é bem o caso do glorioso cacique. Mas, do jeito que a coisa vai, em breve teremos guerra civil, e aí nossas chances aumentam!

7 comentários:

  1. “Mas, do jeito que a coisa vai, em breve teremos guerra civil, e aí nossas chances aumentam!”
    🤣🤣🤣🤣
    Rindo alto de nervoso!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Escreveu o que eu pensei enquanto terminava de ler.
      😁

      Excluir
    2. Já pensou "guerra civil" de PASSIVONAS???

      Vai ser de bundas pra cima!?

      Ou como as que comem elas: a lá giletada??

      Excluir
  2. "glorioso cacique"

    A que ponto chega o ódio ao Biroliro...

    Até um fantoche de ONGs serve, se for pra desqualificar o coiso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Diz aí um grande feito do Biroliro então.



      (grilos)

      Excluir
    2. Impossível desqualificar ainda mais o coiso.
      Ele é desqualificado por si.
      G-

      Excluir
  3. Com quantas guerras o Obama já acabou?

    ResponderExcluir