domingo, 8 de setembro de 2019

STONEWALL IN RIO

Bem-feito pro Bozo. Planejou um 7 de Setembro onde ele seria a grande estrela. Chamou Silvio Santos, Edir Macedo e o Véio da Havan para coadjuvantes, desfilou no chão tentando sugar um pouco da popularidade de Sergio Moro, regeu os Dragões da Independência. E foi ofuscado pela molecada na Bienal do Livro, que fez passeata e gritaria contra a censura de Marcelo Crivella, e por um líder inesperado: Felipe Neto. Hoje finalmente o STF deixou claro que ninguém pode recolher livro nenhum, mas a Prefeitura do Rio ainda fez jogo de cena dizendo que vai entrar com recurso. Eles mesmos sabem que não vai dar em nada, mas o objetivo sempre foi apenas impressionar os trogloditas que querem que a homofobia seja política do Estado. Crivella não tem nada a apresentar em sua campanha de reeleição, então apela para o que há de mais baixo na humanidade. Doria, que foi pelo mesmo caminho, agora diz que não precisa pegar tão pesado assim. Pesado pegaremos nós: com a liberdade de expressão não se brinca, muito menos com a cidadania plena. Homofobia é crime e casamento entre pessoas do mesmo sexo é legal. Se a sua religião acha feio, problema dela. Ontem rolou um Stonewall na Bienal do Livro, e foi só um aperitivo. Outros virão.

3 comentários:

  1. Simmm
    E vc é um desses líderes também!!!
    Estou sempre atento a você, observo algo do Pedro HMC... vou tentar prestar atenção no Felipe, sugerem mais alguém?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Rainha Drag, inteligente, informada e sensata, Lorelay Fox.

      Excluir