segunda-feira, 16 de setembro de 2019

MEU NETINHO TERRORISTA


Não sei se fiquei mais exigente ou só chato mesmo, mas "Adeus à Noite" é o terceiro filme seguido que eu vejo cuja premissa é melhor do que a realização. A oitava parceria entre Catherine Deneuve e o diretor André Techiné ainda sofre de um certo atraso: fala da luta de uma avó para impedir que seu neto se junte ao Estado Islâmico, que já foi quase eliminado da face do planeta. A primeira hora é meio arrastada, e a agitação que vem depois não chega a tornar o filme realmente bom. Mas há Deneuve, como uma fazendeira: de cabelos escuros, com o glamour no mínimo (a zero ela não consegue), mas ainda e sempre Deneuve.

2 comentários:

  1. Amo essa atriz, mas os roteiros andam tao fracos...

    ResponderExcluir
  2. “...o glamour no mínimo (a zero ela não consegue)...”
    Kkkkkkkk
    Tony sendo Tony!

    ResponderExcluir