domingo, 28 de julho de 2019

RECLAMANDO DE BOCA CHEIA

Uma das muitas polêmicas deste fim de semana foi o tuíte do ministro do Meio Ambiente com novo comercial acima. Ricardo Salles não se conteve e deu até uma de garoto-propaganda da marca, dizendo que "daqui para a frente, só de Chevrolet". É totalmente inapropriado um servidor público, ainda mais do primeiro escalão, fazer esse tipo de endosso a uma empresa privada. Mais inadequado ainda é o titular da pasta do Meio Ambiente se assanhar com o conceito da campanha: ainda se fosse a ministra da Agricultura, vá lá. Mas tem um dado que passou reto pela repercussão do anúncio na imprensa e nas redes sociais. A agência responsável é a W/McCann, a mesma que assinou o filme "Selfie" do Banco do Brasil - aquele que o Bozo mandou tirar do ar. Sim, um comercial "de esquerda" saiu da mesma agência que um comercial "de direita". Antes que alguém diga que a publicidade é mesmo uma merda e que vai atrás de quem pagar mais (e vai), é bom lembrar que nenhum grande anunciante faz nada sem pesquisas. Os dois filmes se adequam bem a seus públicos-alvos e aos objetivos do anunciante. O BB precisa atrair a garotada descolex que está fugindo para os bancos virtuais. A GM precisa agradar aos agroboys endinheirados. Entendo perfeitamente e não acuso ninguém. Só digo que não sinto saudade de agência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário