segunda-feira, 10 de junho de 2019

TONY WENT TO THE TONYS

Estou fechando a mala em Nova York. Volto hoje à noite para São Paulo. A mala vai leve, não comprei quase nada. Mas a cabeça ainda está processando o turbilhão de informações dos últimos dias. Fui duas vezes ao Metropolitan Museum, abri a exposição de Burle Marx no Jardim Botânico e hoje ainda conferi a Bienal do museu Whitney. Também subi no Vessel: 16 lances de escada, cada um com 14 degraus. Revi dois amigos queridos. Fui a dois shows da Broadway. Participei de uma mesa-redonda transmitida pelo Facebook. Jantei no Sardi's, o lendário restaurante dos artistas. Andei a Hih=gh Line todinha. E ontem dediquei o dia inteiro aos Tony Awards. Fui ao ensaio geral de manhã e à cerimônia de entrega à noite, ambos no Radio City Music Hall. Depois teve uma festa no ex-hotel Plaza, hoje um flat mas ainda grandioso. Vou contar detalhes de tudo isso na minha coluna de quarta no F5, não "perda". E mesmo com uma agenda tão cheia, sinto que não fiz anda. Por mais tempo que se passe em Nova York, sempre sobra um bilhão de coisas por fazer. Como, por exemplo, subir ao novo World Trade Center. Já estou sonhando com minha próxima visita a essa cidade que até dorme, mas não acaba nunca.

3 comentários:

  1. O Mio Babbino Caro
    Ky Delicia!!!
    Assim se faz um homem.

    ResponderExcluir
  2. Seu trabalho é tao chato! Contém ironia...

    ResponderExcluir
  3. Adoro! Pena que as pessoas são tão mal educadas nessa cidade...aff, prefiro Los Angeles!

    ResponderExcluir