segunda-feira, 6 de maio de 2019

PANELAÇO TURCO

Convém prestar atenção ao que se passa neste momento na Turquia. No mês passado, o partido do proto-ditador Recep Erdogan perdeu as eleições para prefeito nas três maiores cidades do país: Istambul, Ancara e Izmir. Houve recontagem dos votos, e o resultado permaneceu o mesmo. Agora Erdogan chutou o proto para longe e se tornou 100% ditador, ao cancelar a eleição de Istambul por miudezas técnicas. Foi convocado um novo pleito para o dia 23 de junho, mas os protestos já começaram. E agora, fazer o quê? Boicotar, como a oposiçnao fazia na Venezuela, entregando tudo de mão beijada aos facínoras? Ou partir pro mano a mano? Erdogan está seguindo direitinho a cartilha inaugurada por Hugo Chávez e aperfeiçoada por Viktor Orbán na Hungria. Esses caras tentam manter o maior tempo possível a ficção de que são sempre democraticamente reeleitos, mesmo com a economia indo à matroca. Ainda estamos longe de uma situação parecida, mas é bom ficar esperto. Olavo e seus discípulos estão doidinhos para fazer algo parecido aqui no Brasil.

Um comentário:

  1. Hungria e Viktor Orban que o Eduardo Bolsonaro tanto admira. Passamos perigo por aqui também

    ResponderExcluir