sábado, 18 de maio de 2019

O ZÊNITE DA DEUSA


Eu queria muito ter visto "Sunset Boulevard" com Glenn Close, minha atriz americana favorita. Tive a manha de estar em Los Angeles quando a peça estava em Nova York e em Nova York quando a peça estava em Los Angeles. Quis o destino que eu finalmente assistisse ao melhor musical de Andrew Lloyd Weber com minha atriz brasileira favorita, Marisa Orth. Mas fui para o teatro com palpitação: e se eu não gostar? E se eu achar que Marisa é jovem demais para o papel de Norma Desmond, ou que não alcança as notas necessárias, ou que a poltrona é desconfortável? Bobagem. Adorei milhões. Marisa está divina, totalmente diferente de Glenn ou Gloria Swanson. E também de si mesma: esta performance não tem nada a ver com Magda, Morticia e todas suas outras personagens. É outro andar de outro prédio em outro quarteirão. O resto do elenco não fica atrás, com Daniel Boaventura explorando as profundezas de seu vozeirão e Julio Assad fazendo o score dficílimo parecer fácil. O cenário, com palco giratório e tudo, funciona que é uma beleza, e os fugurinos de Fause Haten mereciam sua própria exposição. Essa versão brasileira do "Crepúsculo dos Deuses" é uma epifania. Ajoelhem-se.

8 comentários:

  1. Verdade verdade verdade. Amei. E sigo Marisa, desde pré Vexame.

    ResponderExcluir
  2. "É OUTRO ANDAR DE OUTRO PREDIO EM OUTRO QUARTERAO" bicha como vc escreve bem, amo ler seus textos...e Daniel Boaventura é amor platonico, lindo e talentoso, as boas e as mas linguas dizem que ele gosta tanto de atuar quanto de cantar, mas que é mega discreto...confere Tony ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sorry, não confere. Conheço o Daniel há 20 anos. Trabalhamos juntos na série "Santo de Casa", da Band. Ele não é gay: é baiano. Tem aquela malemolência, mas é hétero. Uma pena.

      Excluir
    2. Jurava que ele era bi...que tristeza!

      Excluir
    3. Ele é ator, com certeza ja fodeu uns coleguinhas, mas realmente isso nao faz dele um bisexual

      Excluir
  3. O Mio Babbino Caro
    TONY MARAVILHA quanto mais viada você é mais NÓS GOSTAMOS DE VOCÊ!

    ResponderExcluir
  4. Adoro-a. Mas a voz podia estar melhor. Naturalmente, estou comparando com a versão da Barbra.

    ResponderExcluir
  5. Gostei, gostaria de assistir, bela produção.

    ResponderExcluir