segunda-feira, 8 de abril de 2019

OITENTA TIROS

A notícia mais chocante do dia deveria ser a troca do ministro da Educação: sai um celerado que não é do ramo nem entende picas de gestão, entra um celerado que também não é do ramo mas entende um pouquinho. A crise entre olavistas e militares vai continuar, e não se iludam sobre quem vai sairá vencedor. Afinal, quantas tropas mesmo tem o ex-astrólogo? Mas, se os milicos são o fio-terra da racionalidade desse desgoverno que vivemos, hoje eles têm muito a responder e a nos pedir perdão. Porque o assassinato de Evado Rosa dos Santos no Rio de Janeiro não é aceitável em hipótese alguma. Não há engano que justifique 80 tiros de fuzil sobre um carro: só há o racismo e a truculência de quem acha que arma é solução para tudo. Os 12 militares já presos precisam ser sumariamente defenestrados do Exército. Caso contrário, a cúpula das Forças Armadas estará endossando mais essa selvageria.

6 comentários:

  1. Orgasmo de Cavalo8 de abril de 2019 19:49

    Até agora nenhum "cidadão de bem" otário e filho da p... se posicionou contra essa covardia desses assassinos covardes do exército brasileiro. Lógico, para o cidadão de bem(BOBÃO) a vida de um negro não importa. Já se fosse a vida de um jovem branco, rico e hétero aí seria um histerismo insuportável, estariam pedindo justiça e clamando para que o bozonazi desse a devida punição para os assassinos do exército brasileiro. É sempre assim, nunca muda. No Brasil só se fode quem é negro e pobre, enquanto isso a burguesia brasileira acredita ter feita a "coisa certa" elegendo um presidente neonazista e truculento que deu carta branca para que esse tipo de estupidez que já acontecia antes, ficasse ainda pior. Bolsonaro, vai tomar no c.....!

    ResponderExcluir
  2. Orgasmo de Cavalo8 de abril de 2019 19:53

    Esses covardes do exército brasileiro e a Polícia Militar só matam os mais pobres, principalmente os negros. TU nunca vai ver um gambé babaca e um milico atirar pra valer em carro de playboy, tu nunca vai ver um filhinho de papai ser abordado com truculência e sofrer racismo. Enquanto isso o presidente neonazista faz vista grossa e finge que não viu. Na concepção tosca daquele imbecil do bozo, se morreu é "porque tava fazendo coisa errada". Queria ver esses militares assassinos fazerem isso com o Flávio Bozonazi, já que ele é envolvido com a milícia, que por sua vez é envolvida com traficante. "Vagabundo" é sempre o pobre coitado, já os filhos do presidente que são vagabundos igual ao papai nazista, são vistos pelas madames de São Paulo e do Rio como "filhos exemplares".

    ResponderExcluir
  3. O Mio Babbino Caro
    O poder no Brasil é o retrato mais perfeito da indecência. Estão empurrando o pais para resolver seus problemas da pior forma. Ou acham que não tem negros lendo no mínimo Malcon X...adquirindo o ódio necessário para fazer frente a esses atos que se repetem cotidianamente. Todas as lágrimas se houver serão poucas e aí vai ser muito tarde para se brincar de indignado com o estado que as coisas irão atingir.

    ResponderExcluir
  4. Vendo coisas assim, eu agradeço por ter nascisdo branco e viver num bairro de classe média alta. Espero que algum dia isso não seja considerado uma vantagem no cálculo da expectativa de vida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 13:16 Não nos faça passar vergonha voce não entendeu nada ou é falta de caráter mesmo. Mas parece que você não sabe mesmo é nem o que esta fazendo aqui.

      Excluir
  5. Acho INCRÍVEL como essas notícias são tratadas como novas como se os Amarildos não tivessem existido. Nunca vamos resolver o hoje, sem antes o ontem. Lamento seu post ser um eco vicioso da tragedia de hoje embrulhar o peixe de amanhã.

    ResponderExcluir