sexta-feira, 26 de abril de 2019

HUMANAMENTE IMPOSSÍVEL

E pronto, já estamos com saudades de Ricardo Vélez Rodríguez. A proposta do novo ministro da Educação, Abraham Weintraub, de cortar investimento nos cursos federais de ciências humanas, é alguma vezes pior do que cantar hino e hastear bandeira. A justificativa usada transpira ignorância: o governo deveria investir apenas em cursos que dão "retorno imediato ao contribuinte", como se esta fosse a função primordial de uma universidade pública. Mas o que está por trás dessa ideia é muito mais perverso: é podar o senso crítico da sociedade e impedir que se formem cidadãos que pensem por si mesmos. Todo mundo tem que ser "técnico", bitolado e tão tiozão do pavê quanto o Biroliro, que não consegue ler nem teleprompter. Entre as muitas consequências inesperadas, este governo desmiolado está me dando ganas de aderir à luta armada. Partiu guerrilha?

5 comentários:

  1. Orgasmo de Cavalo26 de abril de 2019 21:36

    O Vélez apesar de xucro, parecia mais ponderado que esse arrombado do Weintraub. Uma coisa que era ridícula no Vélez era o fato dele ser muito semelhante ao astrólogo gagá, o mesmo formato dos olhos, a cara de otário. Só faltava usar fraldão e fumar cachimbo como o Olavo. hahahaha

    ResponderExcluir
  2. O Mio Babbino Caro
    Será que ao pisar o lodo e a consciência de que em qualquer direção que caminhar estarei indo em direção ao pântano me fizeram acreditar que é hora de se retirar. Afinal qual o valor de confirmação das confirmações. Aí estão os deuses forjados a exigirem seus sacrifícios. De nada adianta olhar para os céus quando se optou pelo inferno.

    ResponderExcluir
  3. E ainda nem estamos no fundo do poço. Ainda tem mais esgoto para correr.

    ResponderExcluir
  4. Weintraub, aproveita e coloca cosmética nos cursos desejáveis. Quem sabe vc não ganha um preenchimento básico de ácido hialurônico nessas crateras que você tem na testa. Beijo, maluco!

    ResponderExcluir
  5. Eu queria mesmo era ouvir o presidente falar o nome do seu ministério inteirinho. Mesmo com teleprompter.

    ResponderExcluir