quinta-feira, 4 de abril de 2019

EMMA-EMMA-EMMA


"Um Ato de Esperança" começa como um filme de tribunal. Uma juíza durona precisa (Emma Thompson, em seu melhor papel em anos) decidir se um rapaz com leucemia pode receber uma transfusão de sangue. O problema é que nem ele nem os pais querem: são todos Testemunhas de Jeová. Mas o roteiro de Ian McEwan, baseado em seu próprio livro, vai além da discussão sobre lei e moral. A juíza é tão focada em seu trabalho que seu casamento está indo pras picas, e ela não consegue mais sair do mode on profissional em nenhuma situação. O final precisava de uma catarse mais intensa para calar fundo, mas a ausência de sentimentalismo também é bem-vinda. De vez em quando, é bom ver um filme feito só para adultos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário