sexta-feira, 22 de março de 2019

PRECES ATENDIDAS


As mais novinhas não fazem ideia do forrobodó do que foi o lançamento de "Like a Prayer", 30 anos atrás. Madonna já era a cantora que mais vendia no mundo, mas fazia quase três anos que não lançava um álbum só de inéditas. Portanto a expectativa era grande, e a Pepsi resolveu capitalizar em cima. Naquela época, a rival da Coca-Cola usava muitos astros do pop em sua propaganda, não só Michael Jackson, e Madonna nunca havia feito uma campanha publicitária de grande porte. Ela então rodou um comercial com jeito de videoclipe, ao som da faixa-título do disco novo e com um visual que nunca mais repetiria: cabelos escuros, com uma mecha branca na frente. Beleza, ficou lindo, todo mundo gostou. Só que, ao mesmíssimo tempo, Madge também lançou o vídeo propriamente dito de "Like a Prayer", que viria se tornar um dos mais famosos de sua carreira: aquele com as cruzes pegando fogo, em que ela beija um santo negro. Não era um ataque direto a nenhuma religião, mas a direita já se escandalizava com besteiras em 1989. O escândalo foi enorme e a Pepsi se viu obrigada a arquivar o comercial. Madonna não sofreu nenhuma punição: seu contrato não proibia que ela fizesse um clipe com a mesma música. Embolsou cinco milhões de dólares e ainda aumentou sua fama de transgressora. Mas o disco em si era realmente muito bom. Esta semana, saiu nos serviços de streaming uma versão comemorativa do 30o. aniversário de "Like a Prayer". Não tem nenhuma novidade: nada de demos, sobras de estúdio, faixas perdidas. Só os remixes lançados então, algumas faixas normais (como o esquecido dueto com Prince, "Love Song") e um lado B. Mas Madonna é Madonna. Mesmo com arranjos que hoje soam um pouco datados, "Like a Prayer" se impõe. Ouça o original, ouça os remixes, e chegue à mesma conclusão: rainha, né, mores?


46 comentários:

  1. Amo! Mas ouvindo os álbuns mais recentes da Madge, fica nitida a sua "involução". É até triste pensar que o seu melhor álbum foi lançado há 30 anos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 10:16 Esse é o ciclo natural das coisas. Um senhora sessentona não vai ter o mesmo pique e voz que tinha quando nova.

      Excluir
    2. Não digo pelo pique. Me refiro as músicas mesmo. Compare LAP com MDNA por exemplo. As músicas foram ficando mais "bobinhas"

      Excluir
    3. Uma coisa que eu aprendi na vida: jamais duvide do pique de Madonna. Já vi três shows dela e é beyond impressionante.

      Quanto à voz, Madonna hoje em dia canta MELHOR do que há 30 anos - porque fez aula de canto para interpretar "Evita" e aprendeu a lidar melhor com a própria voz.

      E quanto a "Like a Prayer" ser o melhor disco dela: discordo, com todo o respeito. Acho "Ray of Light" e "Confessions on a Dancefloor" melhores.

      Excluir
    4. Eu acho os shows dela os melhores! Muito bem montados mesmo. (apesar de ser meio muito Católico para meu gosto...)

      Excluir
  2. Respostas
    1. Mono, só você para achar que alguém manda em Madonna.

      Excluir
    2. Cê acha que o cabelo preto e branco dela no comercial é o que???

      Foi EMPURRADA com "estrela"... Jogou o jogo!

      (E extraterrestres condenam refrigerante mais que álcool! MACACA MAÇÔNICA PAU MANDADA! Os illuminati são "brilhantes"... Voce acha que eles não iriam mandar no maior ícone pop do mundo? Viu o vídeo dela Papa Don't Preach? TODA de uniforme maçônico preto-e-branco!)

      Excluir
    3. Quase quebrei meus dedos para mandar às 15:15!!

      (3:3)

      Hoje, num dia 22 de Março! (Dia da Skull and Bones! Dos Bush "x" Kerry...)

      Excluir
  3. LAP, ROL e COAD realmente formam a tríade dos melhores álbuns dela.
    LAP principalmente pelo lado confessional (rysos) sobre a criação católica dela.
    E o Prince colaborou em mais músicas do que o encarte do álbum diz. O próprio riff inicial de LAP é do Prince.
    Lembro de cada single do álbum sendo lançado aqui (ok, exceto Keep it Together e Dear Jessie). Oh Father me marcou bastante (como se pudesse ter algo mais marcante que a faixa-título).

    E é verdade, Madonna usava efeitos na voz ridiculamente demais (Like a Virgin?, Into de The Groove?, True blue? tudo uns 20 tons acima do natural dela). Madonna morena, praticamente outra Madonna.

    ResponderExcluir
  4. O Mio Babbino Caro
    Hey Tony em um país com tanta ligação ancestral com África.
    #Moçambiqueimporta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jura que você vai embarcar nessa bobagem de que a mídia brasileira não está dando atenção ao ciclone na África? Que não atingiu só Moçambique, mas também o Malawi e o Zimbabwe.

      Meu blog não é de notícias. É de opinião e de bobajada da minha cabeça. Não tenho muito a acrescentar sobre essa tragédia - só dizer que ciclone no sudeste da África é uma novidade absoluta, decorrente do aquecimento global.

      Excluir
    2. Nossa mídia não fala sobre Moçambique porque, no caso das notícias internacionais principalmente, ela só replica o que os canais americanos mostram.

      Excluir
    3. O que você chama de "nossa mídia"? O grupo de Whats da tia Dinorá? Porque no Jornal Nacional acabou de passar uma longa reportagem sobre a tragédia em Moçambique.

      Excluir
    4. Prezado Tony não é necessário jurar...Sei sim que o blog é de opinião e bobajada e a anos embarco tranquilo com prazer e humor nessa onda. Mas sei também das suas abordagens e opiniões sôbre os mais diversos temas e foi nesse sentido que manifestei ter sua oratória que reconheço também com prazer, pelo tema.

      Excluir
  5. Ter vivido e curtido MUUUUUITO essa fase (e um pouco antes - tenho 57 ano) e ainda na pista, e vendo a diferença...,. Não tem preço! E é impressionante!!!! Como vcs encaretaram!!!!!!!! Não aguento mais tanta gente chataaaaaaaaaa, insuportável!!!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tem ninguém chato aqui não apenas alguns se tornam adultos.
      G-

      Excluir
    2. O famoso quem fala o que quer, ouve o que não quer!
      Rsrsrs
      Extremamente elegante!

      Excluir
  6. O Mio Babbino Caro
    Nossa como pode 30 anos passar asssim tão rápido. Parece que foi outro dia que eu estava vendo esse vídeo pela primeira vez naquela boate na Graça em Salvador com meu namorado baiano.
    (Longo suspiro e o pensamento indo lá longe). Sempre gostei mais de coca...

    ResponderExcluir
  7. Na verdade o vídeo mais macaca maçônica dela é o Bordeline!

    (Uma pena pois é uma das, poucas, músicas que eu gosto dela.. Me traumatizei quando entendi o vídeo!)

    Segrendinho entre só nós dois:

    1. Ela ficou com o Jesus na época que voltei para os meus 72 kilinhos de novinho dos 82! Prontinho para voltar para o Canadá!

    2. Não foi a toa que o Papa Francisco usou roupas de Colatina, ES. E visitou o Brasil primeiro de tudo logo depois!

    TUDO PAU MANDADOS DO ILLUMINATI!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mono, chega. Achei que nós tínhamos combinado.

      Excluir
    2. Ela que é a Católica e eu que levo a CULPA???

      Excluir
    3. Não quero papo de maçonaria nem de extraterrestres aqui no blog, Mono. Você está cansado de saber disso. O próximo comentário que trouxer esses assuntos será sumariamente deletado.

      Excluir
    4. Ui!

      Déspota "esclarecida"...

      Tadinha, não sabe de NADA!

      ("Eles" sabem! E MANDAM na Madonna!!)

      Excluir
    5. Oxi, como assim, Tonya? Eles te proibiram de falar nesse assunto por aqui?

      Excluir
    6. Hahahaha o Mono tomara que o Tio Tony te bote de castigo mesmo vc fala uns assunto de loko não tem extra terrestre porra nenhuma.

      Excluir
    7. Mono(a),
      Que medicamento controlado você toma?
      Me fala, vou pedir ao meu médico.
      Obrigado, de nada.

      Excluir
    8. 22:59 She has been compromised for a loooong time!

      É chamado de "controle da narrativa"...

      Excluir
    9. 09:31 Qualquer anti-psicótico serve! :D

      Excluir
  8. Rainha! Amo. Pena que logo agora que moro perto de Hollywood, nossa diva resolveu morar na Terrinha...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 22:06 Joãozinho estou com saudades lembra quando éramos novinhos aqui no blog e vivíamos brigando kkkkk quando volta.
      Para quem não sabe o João não é de esquerda nem de direita ele tenta ser justo rss

      Excluir
    2. Foi pro Acre e fica falando que tá em "Hollywood".

      Truqueira!

      Excluir
    3. hahaha cê não me conhece, né...

      Excluir
  9. Ps: ela fez um post no Instagram sobre esse caso.

    ResponderExcluir
  10. Lembro me muito bem, o tempo voa, e envelhecemos também. Gosto das músicas antigas dela, o que veio depois passo.

    ResponderExcluir
  11. Like a Prayer está longe de ser o melhor disco da Madonna. Music, Erotica, Ray Of Light estão níveis acima. Mas é inegável que Like a Prayer é o álbum mais importante de toda a carreira da rainha e são inúmeros os motivos, a começar pela associação com a igreja católica promovida pelo clipe e a faixa título. Uma piada tão obvia que é de se assustar que ninguém tenha pensado nisso antes.

    ResponderExcluir
  12. Tony, saindo um pouco da curva, olha a participação da Nany People no Mais Você,que reconhecimento ao talento dessa artista maravilhosa, não acha que merece um post ou uma coluna na Folha? https://gshow.globo.com/programas/mais-voce/noticia/nany-people-toma-cafe-da-manha-com-ana-maria-braga.ghtml

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nany é uma BAITA atriz. Já tive o prazer de trabalhar com ela. Hoje vi um pouco da novela e ela está realmente ótima. Pena que “O Sétimo Guardião” não seja um sucesso estrondoso, pois Nany merecia uma explosão à lá Tatá Werneck.

      Excluir
  13. “Spanish eyes” é sobre um dançarino dela que morreu de aids.
    Me diz quem tava fazendo música sobre aids em 1989?
    O encarte do álbum vinha com um textão em inglês mesmo sobre aids. Corajosa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os Pet Shop Boys, desde 1987.

      Excluir
    2. Jura, anônima das 21:31?
      Pena que ninguém ouviu...

      Excluir
    3. Se seu mundo se limita a adoradores de diva pop...

      Excluir
  14. Madonna fez muito pela música, mas na maioria das vezes não é levada a sério por ter feito dance e pop. Voltei a ouvir like a prayer. Que bom que ela está celebrando o passado. Quem conhece sabe que ela não tem o hábito de fazer isso.

    ResponderExcluir