sexta-feira, 15 de março de 2019

A CULPA NÃO É DO BULLYING

Dois gatilhos vêm sendo apontados como os responsáveis por despertar a sanha dos assassinos de Suzano: os videogames, e o bullying que eles teriam sofrido na própria escola Raul Brasil. De game eu não entendo picas, mas o bullying eu senti na pele. Fui alvo de gozações em dois colégios diferentes: primeiro aos 11 anos de idade e depois aos 14. Saí na porrada duas vezes. Não adiantou, as gozações continuaram. E aí sumiram, de uma hora para outra. Um ano depois, meus algozes me cumprimentavam como se nada. Mas eu sei que tive bastante sorte.

Bom, vamos lá. O bullying é uma coisa gravíssima, mas nem de longe é o maior culpado por esses crimes bárbaros. Meninos gays e meninas gordas são as vítimas preferenciais do bullying (que costuma ser praticado por meninos brancos e héteros, iguaizinhos aos assassinos de Suzano). Você já soube de algum gay assumido ou de alguma gordinha voltar à escola onde sofreu bullying e abrir fogo contra os outros alunos? Pois é. 

Como quase toda bicha da minha geração, eu também não escapei, como já contei lá em cima. Fiquei com cicatrizes, mas essa não foi a pior coisa que já me aconteceu. Cresci e me tornei essa pessoa ma-ra-v-lho-sa que vocês tanto adoram. Hoje em dia eu abro fogo, sim, mas com as palavras. 

Nem por isto defendo o bullying. Não acho que ele "enrijece o caráter", como já vi alguns pais dizerem, ou te ensina a te defender. É uma coisa horrorosa, eu sofria muito. Não precisava passar por isto. Mas ninguém - nenhum professor, diretor, bedel, pai de aluno, meus próprios pais, NINGUÉM - fazia nada para me defender. Só interferiam quando descambava pra porrada.

O bullying tem que ser evitado na hora. Tolerância zero. A vítima precisa saber que ela não está sozinha e que seus gozadores é que são os errados. Mas os atiradores que grassam mundo afora não podem se escorar no bullying para justificar seus crimes. O problema é bem mais complexo.

Minha teoria? Estamos assistindo, em escala global, à reação dos homens héteros (não necessariamente brancos) ao avanço das minorias. Trump, Bozo, Duterte, Erdogan, Orbán, o Estado Islâmico, os ataques às mesquitas da Nova Zelândia, os massacres nas escolas: são todas faces de um mesmo monstro, chamado ressentimento masculino. A sensação desses homens de estarem perdendo poder. Só que eles não entenderam que não perderam direito algum - só a possibilidade de explorar e humilhar os demais. Foram os outros que conquistaram mais direitos, só isto. Mas a igualdade incomoda a quem goza de privilégios.

Mulheres em posto de comando não são ameaça. Homossexuais se beijando em espaço público não são ameaça. Negros nas novelas não são ameaça. TODO MUNDO ganha com a igualdade. - inclusive dinheiro O preconceito é ruim para a sociedade como um todo. Ele faz mal para todos, até para os preconceituosos. Mas, enquanto essa ficha não cair, continuaremos presenciando injustiças e até mortes estúpidas.

25 comentários:

  1. Foi EXATAMENTE o que eu disse ontem. Great minds think alike.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 14:11 se achando a Einstein por ter pensado nisso. Querida, basta não ser uma anta para pensar como a nossa direita mijenta.

      Excluir
  2. Lendo os últimos comentários... Será que os bolsominions desapareceram daqui? ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 14:47 Estão todos aprendendo a lidar com uma panela enfiada no cu.

      Excluir
    2. 14:47 Desapareceram!
      Eu também teria desaparecido se tivesse votado no cara...

      Excluir
  3. Sempre bom
    Esse texto tem que viralizar

    ResponderExcluir
  4. O mundo tem recursos cada vez mais limitados, com maior concentração de renda e oportunidades, e as chances de sucesso são cada vez menores. Para quem nasceu feio e em Suzano, e provavelmente nunca comeu ninguém até os 20 e poucos anos de idade, não parece haver grande futuro em vista. Incidentes tenebrosos como este são resultado de como resolvemos organizar a nossa sociedade, e serão cada vez mais frequentes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deixa eu ver se entendi: ter "nascido feio e em Suzano" é motivo para sair matando a esmo por aí? Que passada de pano épica, meu.

      Excluir
    2. Os meninos nao eram feios e existem lugares mil piores que Suzano. Depressao e cultura do ódio nao sao uma boa combinação. Se você coloca pobreza (material e de espirito) com armas... A questão não é como mas QUANDO.

      Uma rcomendação de leitura sobre o tema:
      19 minutos de Jodie Picoult.

      Excluir
    3. Nascer feio e em Suzano são apenas dois fatores, que podem pesar mais ou menos. Jamais saberemos. De resto, quem escreveu um post dizendo que o problema não é o bullying não foi eu.

      Excluir
    4. Ao comentario 16:39 sempre tem uma mais putinha que quer dar ou um viadinho liberando para todo mundo, mas ta achando a vida ruim, se mata, é uma escolha pessoal. Mas sair matando todo mundo que nao tem nada ver com isso que nao dá!

      Excluir
  5. Sem dúvida o capitalismo financeiro é feroz, o Brasil um lugar perverso e está todo mundo cada vez mais pobre porque bancos estão nos roubando. Décadas atrás já se falava no aumento da violência racial. Já estava tudo previsto e atrelado na desigualdade.

    ResponderExcluir
  6. Eu quando sofria bullyng pensava me aguardem, nada como um dia apos o outro, me yornei um homem relativamente bonito, viajado, com grana ...e meus algozes barrigudos,ressentidos, sem dinheiro para nada pois tudo vai para os filhos,suas mulheres curtem minhas fotos de viagem, elogiam minha aparencia...enfim nao quero parecer futil, mas nada com um dia apos o outro!

    ResponderExcluir
  7. Não vi nada, e nem quis acompanhar, só vi o enunciado na internet, saturado de tanta notícia ruim e o grande bombardeamento nos noticiários desliguei a TV.Foi o melhor que fiz.E hoje mais notícia ruim da Nova Zelândia, que horror!!!Mundo em alerta total!!!!

    ResponderExcluir
  8. Tony vc viu o menino Samuel que foi morto nessa tragedia que desenhava e ja tinha ilustrado um livro,menino lindo e talentoso, me senti muito triste! E o nome do livro ainda se chamava " Como consertar um coracao quebrado"

    ResponderExcluir
  9. O Mio Babbino Caro
    Mas essa teoria é minha rsss Há quanto tempo venho falando aqui que emblematicamente essa eleição de "TRUMPs" é o canto de cisne dos "W.A.S.P.s" de qualquer cor e qualquer gênero e lugar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O mundo atual não esta cabendo nas caixinhas do homens heterossexuais e eles estão descontrolados kkkk

      Excluir
  10. Tony fazmuito sentido o que vc escreveu,os dois rapazes que cometeram o massacre eram brancos e as vítimas em sua maioria negras e duas mulheres,uma delas inspetora,em posição de comando também foi vítima, não sei se ha alguma vítima que era gay,a imprensa ao menos não noticiou

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai chegar a hora que até chegarão à conclusão e "faz muito sentido" que a prisão de Lula não tem provas.
      Que o motivo do impeachment era pífio e que há muito mais políticos ladrões com provas que deveriam estar presos.
      É fantástico como os bem informados ficam sonsos diante de certas obviedades.
      Meu caralho viu haja paciência com esses tipos. E depois ficam com cara de paisagem ou criticando a vitória de um Bolsonaro.
      "Mas acontece que tudo tem começo. E se começa um dia acaba. Eu sinto pena de vocês" como diria RR em Fátima.
      G-

      Excluir
    2. O moleqie atirou em quem encontrou pela frente.

      Excluir
  11. Bem.... Nunca tinha pensado por esse ângulo, mas considerando que a única linha que liga todos esses crimes ao redor do mundo seja exatamente o fato de serem homens e que arma tem muito de virilidade, talvez esse seja no mínimo um elemento... A masculinidade tem muito potêncial pra ser toxica somando aí mais uma conjuntura ou outra, pode fazer sentindo.

    Na verdade acho que é difícil explicar um episódio desse porte com apenas um motivo... Não dá pra por só na conta do bullying, só na conta do video game, só na conta de uma desestrutura familiar... Muitos fatos se somam e considerando isso, acho que é bem difícil pros bolsominion reconhecerem, mas investiram e deram visibilidade a um projeto político que fomenta o ódio, banalisa a vida, fetichinisa a arma... E aí soma isso com a masculinidade tóxica, com o game, com desetrutura etc etc etc... Voi lá... Temos uma tragédia!

    ResponderExcluir
  12. Bom, você disse que de videogames não manja picas.
    Eu já manjo horrores. Inclusive que já foram feitos "N" estudos que chegam a mesma conclusão: videogames violentos não tem NENHUMA influência em formação de assassinos. A pessoa sabe separar vida real de um game. Dizer que videogame é uma causa é história da carochinha. Provavelmente os rapazes já possuíam alguma doença mental (ou um deles e induziu o outro em um belo "folie a deux") e resolveram fazer o quê fizeram.

    ResponderExcluir