quinta-feira, 28 de fevereiro de 2019

O DOMO DA DISCÓRDIA


De todas as maluquices que pastam soltas na internet, nenhuma me parece mais bizarra do que o terraplanismo. Até entendo como uma pessoa que tem as primeiras letras consegue acreditar no criacionismo, ser contra as vacinas ou mesmo votar no Bozo. Mas refutar milênios de evidências em troca de uma crença que não traz benefício algum - só a sensação de ser mais esperto que o sistema - é de uma estupidez infinita. Só que os fiéis da Terra Plana estão se multiplicando, ao sabor da onda de boçalidade e anti-intelectualismo que varre o mundo. Eles se apoiam no conceito de liberdade de opinião, mas opinião é gostar de macarrão com arroz. Eu sempre achei que essa galera precisava ser exposta ao ridículo, mas o documentário "A Terra É Plana", disponível na Netflix, me fez mudar de ideia. Os cientistas entrevistados dizem que é preciso não alienar ainda mais os birutas, que eles encaram como mentes inquisidoras, e sim trazê-los para a luz. O filme também mostra alguns dos líderes do movimento, como o carismático Mark Sargent: um cinquentão que ainda mora cm a mami e só usa boné, bermudas e camisetas que o identificam como um dos sumo-sacerdotes da seita que prega que o mundo é chato feito uma panqueca e o sol e a lua, apenas dois lustres pendendo de um domo. Não há uma única pessoa séria entre os terraplanistas. São todos meio marginais, querendo compensar a falta de estudo e de sucesso pessoal com uma teoria da conspiração com cinco mil anos de idade. Eles ainda não oferecem perigo imediato como os antivaxx, que já vêm causando mortes por onde se instalam. Mas podem causar um estrago considerável a médio prazo, com sua ignorância e arrogância.Vamos tratá-los com carinho, mas sem validar suas ideias abiloladas.

9 comentários:

  1. O Mio Babbino Caro
    É interessante ver como este tipo de estupidez vai se consolidando.
    Lembro-me nitidamente como Jean Wyllys era exposto ao ridículo quando com sua lucidez e racionalidade e vc o elogiou aqui expunha exatamente a estupidez e ignorância de seus pares na Câmara despertando o ódio dos energúmenos que o acusavam dentre outras coisas de se vangloriar de seus conhecimentos...para humilhar aqueles que escolheram ser chucros. Imagina um diálogo entre Alexandre Frota e Jean Wyllys. Daí para malucas condenarem Paulo Freire em Copacabana, mulher de Presidente misturar misoginia com etnia foi um passo galvanizados por Olavo de Carvalho.
    Que venham as trevas varrer as artes a filosofia de Butler ou a qualquer outra enquanto eles provam que a terra é plana porque patinaram na manha anterior...

    ResponderExcluir
  2. Eu acho curioso como alguns Bolsonaristas são terraplanistas, anti-vaxx e climate deniers. Algumas crenças andam de mãos dadas.

    ResponderExcluir
  3. Sempre foi assim Tony. Algumas verdades científicas estão presentes há séculos, mas só acessíveis a uma elite que tem educação.
    Educação é o q separa homens de bichos.

    ResponderExcluir
  4. Conheço um desses pessoalmente e a arrogância do infeliz é insuportável. Meio difícil, em uma discussão, simplesmente não mandar ir se foder.

    ResponderExcluir
  5. Será que estamos caminhando para um futuro onde haverá uma elite detentora do conhecimento que usurpará o restante da população como gado uma vez que esses terão nível de educação equivalente?

    ResponderExcluir
  6. Os intelectualmente inferiores se resentem das pessoas que tiveram estudo, das que são mais inteligentes ou articuladas. A fantasia de que eles seriam os que realmente sabem a verdade é uma forma de tentar minimizar essa desvantagem natural.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo absolutamente!!! Esse resentimento se traduz da seguinte forma: VAMOS ESPALHAR A NOSSA DOR!!! Veja Brexit, Trump, Bolsonaro etc...

      Excluir
    2. Os idiotas vão tomar conta do mundo (já tomam); não pela capacidade, mas pela quantidade.Eles são muitos.
      Nelson Rodrigues
      G-

      Excluir
  7. Mas gente, a ideologia atual é fruto da obra "intelectual" do Olavocaralho. Astrólogo.

    ResponderExcluir