domingo, 24 de fevereiro de 2019

EU NÃO VOU DAR, EU VOU DISTRIBUIR

Os Oscars desta noite podem dividir muitas águas. A possível vitória de "Roma" como melhor filme superaria dois obstáculos importantes: seria o primeiro longa em língua estrangeira e o primeiro da Netflix a levar o prêmio principal. Aliás, a Academia tem feito um esforço considerável para se tornar menos americana e mais internacional. Convidou artistas e técnicos do mundo inteiro para se tornarem membros (no ano passado foram oito brasileiros, incluindo Carlinhos Brown) e categorias como documentário ou animação já cobrem o planeta inteiro. Além do mais, três dos indicados ao troféu de melhor fotografia deste ano vêm de filmes estrangeiros (Alemanha, México e Polônia). Claro que ainda falta mais representatividade nas categorias de atuação, mas a tendência é aumentar a presença de gringos. Outra curiosidade é a presença de três blockbusters entre os oito concorrentes a melhor filme: "Pantera Negra", "Bohemian Rhapsody" e "Nasce Uma Estrela". Só isto já bastou para soterrar a categoria "filme popular", uma ideia que foi levantada. Resta ver como a cerimônia irá se desenrolar sem um apresentador fixo e tanto drama nos bastidores. Mas nothing really matters, porque o Queen é quem vai abrir o show!

Seguem minhas profecias:

MELHOR FILME
Vai ganhar: "Roma". Tem gente falando em "Green Book" ou até mesmo "Bohemian Rhapsody", mas os precursores apontam para mais essa vitória.
Mas eu daria para...: "Roma" mesmo. Até gostei mais da segunda vez!

MELHOR DIRETOR
Vai ganhar: Alfonso Cuarón, "Roma". Quinta vez que o troféu vai para um mexicano em seis anos (dois desses mexicanos repetiram).
Mas eu daria para...: olha, eu não ia achar ruim se Spike Lee vencesse. Nem acho "Infiltrado na Klan" tão maravilhoso assim, mas a importância de Lee para o cinema americano merece um Oscar. E que outro diretor negro merecia mais ser o primeiro a vencer?

MELHOR ATOR
Vai ganhar: Rami Malek, "Bohemian Rhapsody", para o horror dos puristas. Dizem que, na verdade, a Academia estará premiando Freddie Mercury. Pergunta se eu acho isso ruim.
Mas eu daria para...: Malek, mesmo. Eu sou queenófilo desde os 14 anos de idade e me espantei como ele captou até o OLHAR do meu ídolo de adolescência. Dito isso, Bradley Cooper (que nunca ganhou) e Christian Bale (que venceu uma vez, como coadjuvante) também mereciam muito.

MELHOR ATRIZ
Vai ganhar: Glenn Close. Chegamos a um ponto que não é ela quem vai ganhar o Oscar, é o Oscar que vai ganhar Glenn Close. A Academia não precisa de mais injustiças históricas, como Richard Burton ou Peter O'Toole terem sido indicados trocentas vezes e nunca vencido um Oscar competitivo (O'Toole ganhou um honorário). Glenn é uma atriz de primeira grandeza e todos já sabem que lhe falta um Oscar.
Mas eu daria para...: dããã. Glenn Close é minha atriz favorita há mais de 30 anos. Eu torceria por ela se a outra indicada fosse a Virgem Maria. "Ãin, e a Olivia Colman?" Fantástica. Fabulosa. Jovem. Pode esperar mais um pouco. Fora que a rainha Anne é COADJUVANTE em "A Favorita" (a protagonista é a personagem da Emma Stone). Olivia teria papado o Oscar dessa categoria, mas a inscreveram como atriz principal para torná-la mais famosa. Conseguiram, next.

MELHOR ATOR COADJUVANTE
Vai ganhar: Mahershala Ali, infelizmente. Nada contra, mas não tem porque ele vencer de novo, apenas dois anos depois da primeira vitória. Fora que seu personagem é protagonista, não coadjuvante. Ainda tenho esperança de que o prêmio vá para...
Mas eu daria para...:Richard E. Grant, perfeito em "Você Poderia Me Perdoar?" e jamais indicado antes, apesar da longa e ilustre carreira. Ontem ele ganhou o Independent Spirit. Oremos.

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE
Vai ganhar: Regina King, apesar de nem ter sido indicada ao SAG Award. E apesar de "Se a Rua Beale Falasse" ser um filme bem marromeno e ela estar apenas OK.
Mas eu daria para...:Amy Adams, a próxima Glenn Close - esta já é sua sexta indicação.
 
MELHOR FILME ESTRANGEIRO
"Roma". Uma das barbadas da noite.

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL
"A Favorita", no que periga ser seu único prêmio.
 
MELHOR ROTEIRO ADAPTADO
"Infiltrado na Klan". A chance da Academia de dar alguma coisa para o Spike Lee.

MELHOR FOTOGRAFIA
Três filmes estrangeiros e dois em preto-e-branco competem. Vai dar "Roma", cuja fotografia foi feita pelo próprio Alfonso Cuarón.

MELHOR MONTAGEM
"Bohemian Rhapsody"! Revi no avião, gostei menos que da primeira vez, mas a edição é mesmo primorosa. E salvou o que poderia ser uma colcha de retalhos, feita por dois diretores diferentes.

MELHOR DESENHO DE PRODUÇÃO
Páreo duríssimo. Sabia que aquelas ruas mexicanas da década de 70 em "Roma" são cenários? Pois é. Mas são mais impressionantes que a Wakanda de "Pantera Negra"? Vou de "Pantera", sem muita fé.

MELHOR FIGURINO
Outra batalha imprevisível: "A Favorita", que usa tecidos modernos para reinterpretar o século 18, ou o afrofuturismo de "Pantera Negra"? Politicamente, "Pantera" tem vantagem, então vou nela.

MELHOR MAQUIAGEM E CABELO
"Vice". Mas dizem que a do filme sueco "Border" é de cair o queixo. Ele seria o favorito aqui, se estivesse concorrendo em outras categorias.

MELHOR TRILHA ORIGINAL
Ninguém desponta como fortíssimo. Na dúvida, vou de "Pantera Negra" outra vez.

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL
A outra barbada da noite: "Shallow", de "Nasce uma Estrela".

MELHOR EDIÇÃO DE SOM
"O Primeiro Homem". Acho justo.

MELHOR MIXAGEM DE SOM
"Bohemian Rhapsody". Ou seja, mais um prêmio para as músicas do Queen.

MELHORES EFEITOS VISUAIS
No últimos anos, o prêmio dessa categoria recheada de blockbusters foi para o indicado de MENOR bilheteria. Por esta regra, o vencedor será "O Primeiro Homem".

MELHOR LONGA EM ANIMAÇÃO
Chola, Pixar: desta vez quem leva é "Homem-Aranha no Aranha-verso".

MELHOR CURTA EM ANIMAÇÃO
Comemola, Pixar: seu "Bao" leva este para casa.

MELHOR CURTA COM ATORES
O favorito - e também o mais polêmico - é "Detainment", inspirado no caso real dos dois garotos ingleses de 12 anos que mataram um outro de dois, só pelo prazer. A mãe da vítima quer tirar o filme de circulação. Como a Academia não curte uma censura, pode dar o prêmio só de pirraça.

MELHOR DOCUMENTÁRIO DE LONGA-METRAGEM
"Free Solo" vinha sendo apontado como o favorito, mas "RBG" (que eu vi no avião e adorei) despontou nas últimas horas. Vai, Ruthm vai!

MELHOR DOCUMENTÁRIO DE CURTA-METRAGEM
Estão falando muito em "Absorvendo o Tabu", que pode ser visto na Netflix. 

Hoje à noite, a partir de 20h30, vou estar no live-blogging da Folha comentando em tempo real o tapete vermelho, a cerimônia em si e as premiacões do Oscar. Entre na home da Folha, que de lá te redirecionam.

13 comentários:

  1. Esperei ansiosamente pelos seus palpites como em todos os anos. Tomara que acertamos, minhas apostas batem com a sua, mas acredito que Roma possa ser uma surpresa levando dois Oscars de melhor filme, sendo um estrangeiro pra casa. Mas eu acho que vai dar Bohemian ou para espanto geral Pantera Negra. @tiaonoveleiro

    ResponderExcluir
  2. Vc teve coragem de ver Roma duas vezes?? Ossos do ofício einh?quanto à categoria de melhor filme popular, acho desnecessária mesmo. O Oscar tá cada dia mais rendido às redes sociais. Para o bem, e também para o mal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ossos nada, eu que quis ver - e as duas foram no cinema.

      Excluir
  3. O brasileiro Alexandre Moratto venceu um prêmio ontem no Independent Spirit, "Someone to Watch".

    ResponderExcluir
  4. A Glenn Close pode ganhar porque está na hora, mas não por causa daquele filme específico. O filme é uó, e a atuação dela bem qualquer-coisa (não tanto por culpa dela, mas porque o filme não rende mesmo). Não chega nem ao pé dos grandes papeis que ela já teve.

    ResponderExcluir
  5. Oremos para que todos os seus palpites deem certo! Na torcida por Roma para as duas categorias de filme, mas Spike Lee como diretor! Se o Oscar pode ser contraditório, eu tbm posso!

    ResponderExcluir
  6. O Mio Babbino Caro
    Tudo Ok vamos ver os resultados. Você tem idéia de quanto tem sido sua media de acertos...vou chutar 60% esse ano...mas acho que vai dar mais rsss

    ResponderExcluir
  7. É Amy Adams, rs. Sei que você errou, rs. Amy está perfeita em 'Vice'. Uma grande interpretação. Amy provavelmente não levará, e passará Glenn Close, e se tornará a atriz mais indicada sem nunca ter ganho um Oscar.
    E aliás, o SAG Awards desse ano de melhor atriz em papel coadjuvante foi muito estranho. Emily Blunt levou o prêmio, mas nem sequer foi indicada ao Oscar. Algo de muito atrapalhado ocorreu nas indicações do SAG. Será a primeira vez em anos, que a vencedora do SAG nem sequer vencerá o Oscar, porque simplesmente nem indicada foi, algo que talvez seja inédito, para confirmar mesmo, só dá ma olhada no histórico de premiações do SAG e comparar com o de indicações e premiações do Oscar.
    E também será a primeira vez em anos, caso Regina King vença mesmo, que 4 atrizes diferentes vencerão os principais prêmios de atuação, o Globo, o SAG, o BAFTA e o Oscar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já corrigi. Não sei de onde surgiu Amy Grant...

      Excluir
    2. Regina King venceu o Globo, então se vencer o Oscar não serão 4 diferentes. Idris Elba também venceu o SAG e foi esnobado pelo Oscar.

      Excluir
    3. Regina King venceu o Globo, então se vencer o Oscar não serão 4 diferentes. Idris Elba também venceu o SAG e foi esnobado pelo Oscar.

      Excluir
    4. E Tony. Sei que falarás sobre, mas não tem como não comentar aqui. Glenn foi humilhada ontem. Prepararam o maior clima pra ela vencer, e a humilharam sem dó nem piedade. Fiquei atrasado por ela. Uma atriz do calibre dela, não ter um Oscar ainda. Isso só prova que o Oscar nao premia necessariamente qualidade. Esta explícito que a Academia não gosta da pessoa da Glenn. A noite de ontem provou isso. Porque talento, Glenn tem mais do que sobra. E outra, a Colman está muito bem em 'a Favorita', mas Glenn está um pouco melhor que Colman . O prêmio para Colman nao é necessariamente injusto, o que estarrece é a humilhação que fizeram com uma das melhores atrizes de todos os tempos. A Academia, ainda não se preocupa em humilhar grandes talentos, vide Peter O'toole, Glenn e tantos outros.

      Excluir
    5. É o tema do meu próximo post e da minha coluna de hoje no F5.

      Excluir